Domenico Lancellotti

Niterói, RJ, 1972.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro, RJ.

Indicado ao PIPA 2016.

Embora tenha cursado a Escola de Artes Visuais do Parque Lage (Rio de Janeiro, RJ), Lancellotti pode ser considerado um autodidata, pois foi partindo do envolvimento prático e simultâneo com o trabalho em diversas áreas que se desenvolveu como artista. É no trânsito entre a música e as artes plásticas que se localiza a especificidade de sua obra, sempre fruto de parcerias e colaborações em meio às quais é possível vislumbrar um forte traço de sua personalidade, a saber, o fazer com, seja música com artes visuais, cinema com música, performance com culinária, composições coletivas.

“Lancellotti se apropria de elementos da cultura pop e da tradição musical brasileira para elaborar uma narrativa ao mesmo tempo irônica e melancólica sobre o tempo presente. Localizada no trânsito entre a música e as artes plásticas, sua obra é fruto de parcerias e colaborações em meio às quais é possível vislumbrar o desejo pelo diálogo, no qual surgem traços de uma ética do mutirão, típica das periferias cariocas. O lugar intermediário de autor híbrido – presente tanto nas colaborações quanto na música em interseção com as artes visuais, com o cinema, ou a performance – é explorado como espaço de potência, onde a presença do interlocutor é decisiva para a conformação da obra”. – Por Solange Farkas

Site: domenicolancellotti.com.br

Video produzido pela Matrioska Filmes com exclusividade para o PIPA 2016:




Posts relacionados


O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA