Daniel Steegmann Mangrané

Barcelona, Espanha, 1977.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro, RJ.

Representado pelas galerias Mendes Wood, Múrias Centeno e Esther Schipper.

Finalista do PIPA 2014.
Indicado ao PIPA em 2012 e 2013.

O trabalho que Steegmann Mangrané se compõe de sutis, poéticas e no entanto cruas experimentações que questionam a relação entre a linguagem e o mundo. Embora principalmente conceitual, suas instalações engajam com a imaginação do espectador e exibem uma forte preocupação com a existência e as características concretas das obras, ativando a linguagem abstrata como um princípio gerador de pensamento, articulador de um significado instável. A obra desenvolve assim um sentido de espaço e tempo, construindo uma estrutura a medida que a constelação de elementos entra em ação.

É formado em Artes Plásticas pela Escola de disseny i art, em Barcelona. Das exposições individuais recentes, destacam-se: “Animal que no existeix”, CRAC Alsace (Altkirch, França, 2014), “Fólego”, Proyectos Monclova (Cidade do México, México, 2014), “Cipó, Taioba, Yví”, Casa França Brasil (Rio de Janeiro, RJ, 2013), “Phasmides”, Mendes Wood (São Paulo, SP, 2013) e “Bicho de nariz delicado, Uma certa falta de Coerência”, Galeria Nuno Centeno (Porto, Portugal, 2013). Das coletivas, destacam-se: “Ir para volver”, 12th Cuenca Bienale (Cuenca, Equador, 2014).

“Cave Painting”, Extra city Braem Pavillion (Antuérpia, Bélgica, 2014), “Anti-Narcissus”, CRAC Alsace (Altkirch, França, 2014), 33º Panorama da Arte Brasileira, MASP (São Paulo, SP, 2013) e “Utopien Vermeiden”, Werkleitz Biennale 2013 (Halle, Alemanha, 2013).

Site: www.danielsteegmann.info

Video produzido pela Matrioska Filmes com exclusividade para o PIPA 2014.



Posts relacionados


Videos relacionados


O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA