Luiz Hermano

Preaoca, CE, 1954.
Vive e trabalha em São Paulo, SP.

Indicado ao PIPA 2010.

Segundo a curadora Katia Canton, “Luiz Hermano utiliza ligas de bronze, alumínio, aço inoxidável e cobre como matérias-primas que são seriadas, organizadas, subvertidas, torcidas e montadas. O resultado são tapeçarias metálicas e orgânicas que brotam do chão, do teto e das laterais, sobem pelas paredes e engolem os espaços físicos em diálogos formais e conceituais poderosos e surpreendentes.”

“Hermano não se liga a escolas ou movimentos específicos e por isso não pode ser facilmente caracterizado. É artista de síntese. Sua produção atual consta de dois ingredientes principais: o metal e a liberdade. Urbano e regional, radicalmente contemporâneo e consciente da importância da tradição, agrega todas as suas experiências e, com elas, compõe um corpo de trabalho que evoca com precisão e originalidade o “espírito do tempo” contemporâneo.”

“Para perceber isso é só olhar seus cubos feitos em séries que se repetem, se ligam fios e dobradiças até que, de geométricos, passam a ser orgânicos e, de estáticos, passam a sugerir — e, às vezes, até mesmo a incorporar — movimento. Consciente das heranças abstratas e minimalistas, suas obras são, na verdade, pura subversão da geometria. Formando redes irregulares de volumes, as formas se encaixam, engatam, estruturam correntes que pendem para um lado e para outro, compõem gradeados cheios de vazios flutuantes, tornam-se tecidos móveis que se organizam de maneira inusitada.”

Site: http://luizhermano.com.br/

Vídeo feito pela Matrioska Filmes com exclusividade para o PIPA 2010.



Posts relacionados


Videos relacionados


O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA