Lenora de Barros

São Paulo, SP, 1953.
Vive e trabalha em São Paulo, SP.

Indicada ao PIPA 2010.
Membro do Comitê de Indicação do PIPA 2012 e 2016.

Formada em Linguística pela Universidade de São Paulo – USP, SP. Poeta e artista visual, seu trabalho se desenvolve a partir de diversas linguagens como o vídeo, a performance poética, a fotografia e a instalação. Sua obra faz parte de coleções públicas e particulares no Brasil e no exterior: Museu d’Art Contemporani de Barcelona, Espanha, Daros-Latinamerica, Zurique, Suíça e Rio de Janeiro, RJ, e Museu de Arte Moderna de São Paulo, SP. Participou como artista-curadora da “RADIOVISUAL” na 7ª Bienal do Mercosul – “Grito e Escuta”, Porto Alegre, RS (out/nov 2009).

Entre as recentes mostras e atividades destacam-se “Resistance Performed—Aesthetic Strategies under Repressive Regimes in Latin America”, Migros Museum (Zurique, Suíça, 2015), “L’Eloge de l’heure”, MUDAC – Musée de design et d’arts appliqués contemporains (Lausanne, Suíça 2015), “Poder provisório | Fotografia no Acervo do MAM”, curada por Eder Chiodetto, MAM-SP (São Paulo, SP, 2014), “140 Caracteres”, MAM-SP (São Paulo, SP, 2014), “Alimentário”, MAM-Rio (Rio de Janeiro, RJ, 2014).

Vídeo feito pela Matrioska Filmes com exclusividade para o PIPA 2010.



Posts relacionados


Videos relacionados


O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA