Florival Oliveira

Riachão do Jacuípe, BA, 1953.
Vive e trabalha em Riachão do Jacuipe, BA.

Representado pela galeria Paulo Darzé.

Indicado ao PIPA 2011.

Segundo Célia Maria Baldas Mallett, “suas figuras inéditas são fruto, segundo Florival, de uma contrição muito grande (…) Mesmo que intencionalmente o artista não tenha desejado expressar, vejo dentro do universo dos seus sentimentos a forte presença do vaqueiro, dos bois, do facão – instrumento indispensável ao homem do campo – e peças ou ferramentos de fechar cancelas, cunhas, enfim, toda uma simbologia nordestina”.

Das exposições coletivas, destacam-se: “Quatorze Artistas”, Galeria Mundo da Arte (Salvador, BA, 2001), Bienal de Buenos Aires (Argentina, 2002), “Artistas Contemporâneos”, Galeria Paulo Darzé (Salvador, BA, 2006) e “Mercado Cultural”, Foyer do Teatro Castro Alves (Salvador, BA, 2008). Das individuais recentes, destacam-se: “Labirintos”, Galeria ACBEU (Salvador, BA, 1995), “Escultural e Objetos”, MAM-BA (Salvador, BA, (1998) e “Florival Oliveira”, Museu Regional “(Feira de Santana, BA, 2009).

É recipiente de prêmios como: Mambembão (1978), Martins Gonçalves (1978), FUNARTE – Xilogravura (1980) e Animathon – Filme de Animação pelo Office National du Film du Canadá (1986). Possui obras no acervo do MAM-BA, no Museu de Arte Contemporânea de Feira de Santana e na Biblioteca d Universidade da Bahia.

Video feito pela Matrioska Filmes com exclusividade para o PIPA 2011.



Posts relacionados


Videos relacionados


O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA