David Cury

Teresina, PI, 1963.
Vive e trabalha no Rio de Janeiro, RJ.

Indicado ao PIPA em 2010.

Nos últimos anos, David Cury vem desenvolvendo instalações e intervenções de acentuada ambivalência, articulando questões intrínsecas da arte com outras diretamente associadas à vida de hoje.

Participa, entre outras, das mostras “Tudo é Brasil”, no Paço Imperial do Rio de Janeiro e Instituto Itaú Cultural de São Paulo (2004-2005); “Arquivo geral”, no Jardim Botânico do Rio de Janeiro (2004); “Investigações 1 e Repertórios alternativos”, no Instituto Itaú Cultural de São Paulo, em Brasília, Belo Horizonte e São Paulo (1999-2000); “Disposição”, na Fundição Progresso, Rio de Janeiro (1999); “Art contemporaine du Brèsil”, no Museu Sürsock, em Beirute (1997); “The Brazilian northeast contemporary art”, na Liberty St. Gallery, em Nova York (1996).

Em 1994, é selecionado pelo The Tamarind Institute (EUA) para o Programa “The art of the Americas” e realiza a individual de pintura “Mental Eyes”, na The Cafe Gallery, em Albuquerque, Novo México. Em 1993, participa de “Sechs aus Rio”, na Maerz Gallery, em Linz, Áustria, e do XIII salão nacional de artes plásticas, da Fundação Nacional de Arte, no Palácio Gustavo Capanema, Rio de Janeiro.


Copyright © Instituto PIPA