Bárbara Wagner

(ultima atualização em abril/2019)

Brasília, DF, 1980.
Vive e trabalha em Recife, PE.

Representada pela Fortes D’Aloia & Gabriel .

Indicada ao Prêmio PIPA 2010.
Vencedora do Prêmio PIPA 2017.
Membro do Comitê de Indicação PIPA 2019.

A prática em fotografia de Bárbara Wagner está centrada no ‘corpo popular’ e suas estratégias de subversão e visibilidade entre os campos da cultura pop e da tradição. Publicadas em livros editados pela artista desde 2007, suas obras tem sido exibidas em exposições individuais e coletivas nacional e internacionalmente e fazem parte das coleções permanentes do MASP e MAM em São Paulo. Uma monografia com uma extensa seleção de suas fotografias foi publicada em “O que é bonito é pra se ver” (Het Domein 2009). Trabalha em colaboração com o artista Benjamin de Burca (Munique, 1975) desde 2011, com quem participou: da 58a. Bienal de Veneza ( Veneza, Itália), da Front International – Trienal para Arte Contemporânea de Cleveland (Cleveland, USA), do 33o. e 35o.Panorama de Arte Brasileira (São Paulo, Brasil), da 4a. Bienal do Oceano Índico (La Réunion, França), da 36a. EVA International (Limerick, Irlanda), da 5a. edição do Prêmio Marcantonio Vilaça e da 32a. Bienal de São Paulo (São Paulo, Brasil)
Mestra em Artes visuais pelo Dutch Art Institute (2011).

Site: www.barbarawagner.com.br

Vídeo produzido pela Do Rio Filmes com exclusividade para o PIPA 2017:


Posts relacionados



Videos relacionados




O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA