André Severo

(ultima atualização em abril/2018)

Porto Alegre, RS, 1974.
Vive e trabalha em Porto Alegre, RS.

Indicado ao PIPA 2010.
Membro do Comitê de Indicação do PIPA 2016 e 2018.

Mestre em poéticas visuais pela UFRGS. Iniciou, em 2000, ao lado de Maria Helena Bernardes, as atividades de Areal, projeto que se define como uma ação de arte deslocada e aposta em situações transitórias capazes de desvincular a ocorrência do pensamento contemporâneo dos grandes centros urbanos e de suas instituições culturais. Publicou os livros “Consciência errante”, “Soma e Deriva de sentidos”.

Realizou mais de uma dezena de filmes e instalações audiovisuais e participou de inúmeras exposições no Brasil e no exterior. Em 2010 foi responsável, em conjunto com Maria Helena Bernardes, pela curadoria da mostra Horizonte expandido. Em 2012, ao lado de Luis Pérez-Oramas, foi curador da XXX Bienal de São Paulo – A iminência das poéticas e publicou o livro Deriva de sentidos. Em 2013, também com Luis Pérez-Oramas, foi responsável pela curadoria da representação brasileira na 55ª Bienal de Veneza. Em 2018, com Marília Panitz, é curador da exposição 100 anos de Athos Bulcão. Entre suas premiações mais recentes destacam-se o V Prêmio Açorianos de Artes Plásticas, em 2010; o Prêmio de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça – 6ª Edição, em 2013; o Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2014, em 2014 e o XV Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia 2015, em 2015.

Vídeo produzido pela Matrioska Filmes com exclusividade para o PIPA 2010:



Posts relacionados


O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA