Luiz d’Orey

(ultima atualização em junho/2019)

Rio de Janeiro, RJ, 1993.
Vive e trabalha em Nova York, EUA.

Representado pela Galeria Mercedes Viegas.

Indicado ao PIPA 2019.

Em sua prática de pintura e intervenções, Luiz d’Orey examina a circulação da informação e seus sistemas no contexto urbano e digital. Em 2016, d’Orey graduou-se bacharel em Belas Artes pela School of Visual Arts, onde recebeu os prêmios 727 Award (2016), Sillas H Rhodes Award (2016) e Gilbert Stone Scholarship (2015). D’Orey trabalhou como assistente dos artistas Carlos Vergara (Rio de Janeiro) e Raul Mourão (Nova York) durante os anos de 2013- 2017. Suas pinturas participaram de mostras coletivas nos EUA, Europa e Brasil. Dentre suas exposições individuais recentes destacam-se “Recent Ruins” na galeria Gitler & Gallery (Nova York, 2018), “Espaço Comum” na galeria Dotart (Belo Horizonte, 2018) e “Quase plano” na galeria Mercedes Viegas (Rio de Janeiro, 2017), pela qual o artista é representado. Em 2018, seu curta metragem ‘Tapume’, coproduzido por Hugo Faraco, foi nomeado para o festival DOC NYC. Seu trabalho é parte da coleção do Instituto PIPA, Brasil.

Vídeo produzido pela Do Rio Filmes, exclusivamente para o Prêmio PIPA 2019:


Posts relacionados


 

 


O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA