assume vivid astro focus (avaf)/Eli Sudbrack

(ultima atualização em julho/2018)

Rio de Janeiro, RJ, 1968.
Vive e trabalha entre São Paulo, Brasil, e Nova York, EUA.

Representado pela Casa Triângulo.

Indicado ao Prêmio PIPA 2018.
Finalista do PIPA 2018.

Assume vivid astro focus (avaf) foi fundado por Eli Sudbrack em 2001. Avaf ocasionalmente se transforma em uma dupla com o artista parisiense Christophe Hamaide-Pierson (Paris, 1973) e às vezes também em um coletivo, dependendo dos diferentes projetos em que estão envolvidos.

Avaf trabalha em uma vasta gama de mídias, incluindo instalações, pintura, desenho, vídeo, escultura, néon, papel de parede, música, decalques. Com frequência confronta arraigados códigos culturais, questões de gênero e política através de uma superabundância de cores e formas. Avaf traz um espírito colaborativo apaixonado para todos os aspectos do seu trabalho, desde conceber projetos em conjunto com outras pessoas, empregar uma ampla gama de referências e materiais, até a execução de instalações de grande escala com equipes de variados backgrounds. Avaf aborda cada projeto com uma inesperada combinação de visão abudante, desenfreada e aguçado pragmatismo. O intuito central de seus projetos é sempre o mesmo: a criação de um Gesamtkunstwerk (“obra total de arte”) onde o espectador se torna um com trabalho de arte.

Site: assumevividastrofocus.com | @assumevividastrofocus

Vídeo produzido pela Do Rio Filmes exclusivamente para o Prêmio PIPA 2018:




Posts relacionados


O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA