Obras de Mauro Espíndola e Berna Reale na 14ª Bienal de Curitiba

(Curitiba, PR)

A 14ª Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba reúne, desde o dia 21 de setembro até o dia 1 de março, obras de cerca de 400 artistas durante pouco mais de cinco meses.

Mauro Espíndola apresenta ‘ANIMALIS IMAGINIBVS’ na bienal. O trabalho envolve estudos sobre a animália (em relação a aspectos da natureza humana) e encarna um heterônimo do artista, Emanoel Leichter, necroinventariante do bestiário do antigo moinho que habita. Na exposição para a Bienal de Curitiba, no Museu Paranaense, estão à mostra gravuras experimentais – Biogravuras (geradas com material microescamoso das asas de borboletas e mariposas encontradas mortas no moinho); duas vitrines – Contracampvs (corpos dos lepidópteros utilizados nas Biogravuras) e dois livros – Codex Papilonis Imaginibvs Vol I e Vol II, editados por Moinho Ed Limitadas. Outra artista participante da Bienal é Berna Reale, finalista do PIPA 2019.

14ª Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba
21 de setembro até 1 de março

Museu Paranaense – 14a Bienal de Curitiba
R. Kellers, 289 – São Francisco, Curitiba – PR, 80410-100



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA