Bruno Miguel expõe obras inéditas no Brasil

(Rio de Janeiro, RJ)

Com o título “You don’t know me”, Bruno Miguel inaugura no dia 8 de outubro individual na qual expõe obras inéditas no Brasil. O artista, nos últimos anos, havia se dedicado mais a exposições e residências no exterior, o que provocou esse desejo de retorno no momento. Na Luciana Caravello Arte Contemporânea, com curadoria de Agnaldo Farias, a mostra traz um recorte dos trabalhos mais emblemáticos do artista, produzidos nos últimos cinco anos, e que nunca foram apresentados no país.

A mostra exibe cerca de sete séries de trabalhos que abordam a “construção da memória no universo doméstico, as relações do POP e do consumo e a pintura como pensamento expandido”. Um dos objetivos da exposição é expandir os suportes de trabalho de Bruno que, apesar de ser majoritariamente conhecido no país pela pintura em tela, também desenvolve escultura, desenho e instalação, incluindo também a pintura para além da tela.

Dentre as obras apresentadas estará uma instalação da série “Mesa de Jantar”, composta por diversos guardanapos de papel, pintados com tinta Epóxi e vinil adesivo. Na série “Sala de Jantar”, o artista apresenta pinturas sobre um conjunto de pratos de porcelana e faiança, comprados em leilões de antiguidade, que são dispostos na parede e pintados com esmalte, tinta a óleo e colorjet, com imagens que perpassam e continuam de um prato para outro, formando uma unidade. “O vazio que nos consome” é um conjunto de obras feito a partir de embalagens plásticas de produtos consumidos pelo próprio artista, que são lavadas, preenchidas com resina e tinta que, ao final, se tornam um híbrido de pintura e escultura, memoriais do vazio cotidiano. Farão parte da exposição, ainda, obras da série a série “Candy” e “Objetos de natureza morta”.

“You don’t know me”, Bruno Miguel
Curadoria de Agnaldo Farias
De 08 de outubro até 9 de novembro

Luciana Caravello Arte Contemporânea
R. Barão de Jaguaripe, 387 – Ipanema, Rio de Janeiro
De segunda a sexta das 10 às 19h



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA