Luiz Camillo Osorio e outros professores universitários participam de seminário sobre arte e política na UFRGS

(Porto Alegre, RS)

O conceito e a função da arte contemporânea sāo temas fortemente debatidos dentro e fora de espaços educacionais e culturais ao redor do mundo. Visões opostas e opiniões polêmicas tentam defender se a arte produzida desde meados do século XX até os dias atuais é de fato arte ou nāo e qual é o papel politico dessa manifestaçāo contemporânea.

Dentro dessa discussāo, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) promove o seminário “Arte E Política/s: modos de ver, expor e narrar”, no dia 31, em que o curador do Prêmio PIPA Luiz Camillo Osorio (PPG Filosofia/PUC-Rio) e a Profa. Dra. Glória Ferreira (PPGAV-EBA/UFRJ) realizam palestra em forma de aula aberta vinculada às atividades da disciplina “Exposição e Curadoria em/de Arte Contemporânea” (PPGAV e PPGMUS – UFRGS) e coordenada pela professora Ana Maria Albani de Carvalho junto ao Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UFRGS.

A conversa tem como objetivo debater o lugar e o papel da arte, daqueles que a produzem, e também de instituições e público defensores da arte como perspectiva social. Luiz Camillo apresenta o tema “História e desafios na era dos museus”, englobando subtemáticas como a tendência poética e experimental das curadorias nas mostras contemporâneas. Glória Ferreira palestra sobre “Textos de crítica de arte e escritos de artistas: relato de uma trajetória de pesquisa”. O seminário tem entrada franca.

Palestra — “Arte E Política/s: modos de ver, expor e narrar”
Coordenação e mediação do evento: Prof.ª Dr.ª Ana Albani de Carvalho (PPGAV-IA/UFRGS)
Assistência e mediação: Francisco Dalcol (discente de doutorado PPGAV-IA/UFRGS)

Instituto de Artes da UFRGS
Rua Senhor dos Passos, 248, sétimo andar, sala 703A — Centro Histórico, Porto Alegre
Data e horário: 31 de outubro, quarta, às 14h
Ingresso: entrada franca


O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA