Conceito da nova site specific se funde com história da Villa Aymoré

(Rio de Janeiro, RJ)

O conceito do trabalho do artista plástico Henrique Oliveira perpassa a ideia de renovação, de algo que já foi apenas um elemento da natureza – como o tronco de uma árvore -, se transformou – em um objeto de madeira – e, por fim, pôde ser ressignificado como parte de uma obra de arte. É dessa forma que Oliveira cria suas estruturas, reinserindo pedaços de madeira compensada, que apresentavam formatos geométricos e estética própria, em galhos e troncos artificiais. Assim, o trabalho se molda a partir da noção de natureza cíclica, daquilo que era bruto e volta a ser bruto, depois de já ter tido outra função.

Considerando essa estética, a história da Villa Aymoré se assemelha a esse conceito de transformação. O espaço, cujo nome faz referência ao primeiro povo que ocupou o local (os índios tupinabás), faz parte de um conjunto arquitetônico construído entre 1908 e 1910, em um estilo que remete à estética europeia do século XIX. Além disso, a Villa está localizada ao lado da Igreja da Glória do Outeiro, um dos símbolos barrocos no Rio. O local já foi uma área residencial e até caminho secreto de D. Pedro I, onde moraram suas amantes. Porém, a Villa foi abandonada por décadas e, em 2016, restaurada para se tornar o conjunto de casas comerciais que é hoje. Assim, um lugar histórico para a monarquia, que também foi área residencial no século passado, agora se destaca por disseminar cultura e simbolizar resiliência, palavra que pode conceituar as instalações de Henrique Oliveira.

Confira fotos da evolução da nova site specific durante esta semana e um vídeo exclusivo com comentários do artista:

Clique aqui para visitar a página de Henrique Oliveira e conhecer mais sobre o artista.



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA