Antônio Carlos Elias

Renata Azambuja assina curadoria de “Urômelos, coelhinhos e quimeras”

(Brasília, DF)

Três vezes membro do Comitê de Indicação do Prêmio PIPA, Renata Azambuja é a curadora de “Urômelos, coelhinhos e quimeras”. A individual é inaugurada no Museu Correios nesta sexta-feira, 22 de junho, e reúne trabalhos realizados por Antônio Carlos Elias nos últimos três anos.

O que poderia ser uma retrospectiva do artista, em atividade desde os anos 1980, é no entanto a apresentação de um novo ciclo de produção. A maior novidade dessa nova fase de Elias é seu retorno à pintura. Acompanhadas de objetos e esculturas, suas telas são exibidas em dez espaços chamados pela curadora de “nichos instalatórios”:

– São como tableaux vivants, mas sem seres humanos representando alguma situação ou vinculados a alguma temporalidade – descreve Renata. – Neste microcosmo desprendido de alguma narrativa clara, as pinturas, coloridas e vibrantes, povoadas de imagens diversas, parecem lançar para fora do seu espaço bidimensional as esculturas brancas em gesso, material recorrente para Elias.

As pinturas, aliás, apresentam um verdadeiro “microcosmo fantástico”, nas palavras da curadora. São figuras como animais disformes, “urômelos”, espécie de monstro mitológico com dois membros abdominais e um pé único com a ponta virada para frente, e até mesmo células e dentes – os últimos, possivelmente, um reflexo da profissão do artista, que também é odontologista.

– Os trabalhos mais recentes são produtos de minha vivência, influenciado pela mídia escrita, televisada, internet, redes sociais, arte urbana, séries de TV e até pelas minhas aulas na universidade – explica Elias. Veja algumas obras exibidas na individual:

“Urômelos, coelhinhos e quimeras: trabalhos recentes de Antônio Carlos Elias, individual de Antônio Carlos Elias
Curadoria de Renata Azambuja
Em cartaz de 22 de junho a 16 de setembro

Museu Correios
Setor Comercial Sul Q. 4,  Bloco A, Edifício Apollo
Funcionamento: ter – sex, 10h às 19h; sáb, dom & feriados, 14h às 18h
T: (61) 2141-9270
museu@correios.com.br
Entrada franca



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA