Túlio Pinto

“O Lugar enquanto espaço” reúne obras de nove artistas

(São Paulo, SP)

A proposta de “O Lugar enquanto espaço”, inaugurada na Baró Galeria neste sábado, 30/06, é de colaboração. Colaboração entre os artistas e o curador, Francisco Dalcol; entre os próprios artistas, nove no total (todos nascidos em Porto Alegre, aliás); e, finalmente, entre o conjunto da exposição e os visitantes. Afinal, nas palavras de Dalcol, “uma exposição coletiva é um lugar de encontro, ainda que temporário”.

A rota sugerida se inicia no primeiro ambiente da galeria, que exibe duas obras site-specific de Túlio Pinto. Intituladas “Athar #4” e “Retângulo #3”, as duas esculturas trabalham com noções como equilíbrio, peso, densidade e força. Adiante, no segundo ambiente, encontram-se objetos e quadros de Frantz que investigam a materialidade da pintura. No chão, resíduos de tinta acrílica acumulados em potes e bacias e quadros feitos a partir desses restos confundem-se: quais seriam obras?

Por fim, o restante do elenco da coletiva – formado por Ío, Bruno Borne, Guilherme Dable, Lilian Maus, Diego Passos e Leticia Lopes – exibe trabalhos no contêiner da galeria, discutindo conceitos como sedução visual, autenticidade e falsidade, materialidade, entre outros. A diversidade não é um problema para Dalcol, mas uma solução:

“Uma mostra coletiva tende sempre a oferecer um tensionamento entre universos poéticos autônomos ora colocados em causa e relação. Com sorte, é dada a chance de perceber afinidades e inter-relações não previstas nem intencionadas”, escreve no texto de introdução à mostra. “Talvez resida aí uma das forças desse dispositivo de apresentação de obras a que ainda chamamos de exposição: a possibilidade de gerar situações temporárias que renovam nossa sensibilidade e ampliam nossa compreensão da experiência advinda do encontro com as práticas, as estratégias e as operações da produção artística visual.” Veja algumas imagens das obras expostas abaixo:

“O Lugar enquanto espaço”, coletiva com Bruno Borne, Diego Passos, Frantz, Guilherme Dable, Ío, Leticia Lopes, Lilian Maus e Túlio Pinto
Curadoria de Francisco Dalcol
Em cartaz de 30 de junho a 21 de julho de 2018
Abertura: Sábado, 30 de junho, de 16h às 20h

Baró Galeria
Rua da Consolação, 3417
Funcionamento: seg, 14h–19h; ter–sex, 10h–19h; sáb, 11h–19h
T: (11) 3661-9770
Entrada franca



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA