Túlio Pinto, "Cumplicidade # 16", 2018 Secretaria de Cultura de Porto Alegre

Segundo módulo de “O tempo das coisas” tem como ponto de partida a Pinacoteca Ruben Berta

(Porto Alegre, RS)

Em março deste ano, a Secretaria de Cultura de Porto Alegre abriu a primeira parte de “O tempo das coisas”, com obras de Bruno Borne, Fyodor Pavlov-Andreevich, Ío e Túlio Pinto. Em meados deste mês, no dia 17 de maio, foi a vez de a segunda parte da exposição ser inaugurada, agora na Pinacoteca Ruben Berta. “O tempo das coisas – módulo 2” apresenta obras dos mesmos autores da primeira edição junto a trabalhos de Antônio Augusto Bueno, Frantz e Paulo Nenflídio. Uma escultura de Hildegardo Leão Velloso e pinturas de Batista da Costa, Fernando Duval, Jeronimus Van Diest, Oscar Crusius e Tomie Ohtake selecionadas da própria Pinacoteca completam a mostra, que tem curadoria de Francisco Dalcol.

O espaço serve, aliás, como ponto de partida para a exposição, seja a sua arquitetura – o antigo casarão de Ruben Berta – quanto a coleção em si. Frantz, por exemplo, interfere no catálogo da Pinacoteca e se apropria de uma pintura de Tomie Ohtake; já o duo Ío reproduz um retrato assinado por Alberto da Veiga Guignard que, pertencente à instituição, desapareceu nos anos 1980. O restante dos trabalhos exibidos inclui uma escultura sonora de Paulo Nenflídio e dois trabalhos escultóricos de Túlio Pinto que testam as noções de equilíbrio e peso e contrapeso, entre outros.

“‘O tempo das coisas’ é uma investigação interessada nos atravessamentos, nas contaminações e nos atritos entre processos artísticos, estratégias expositivas e procedimentos curatoriais”, escreve Francisco Dalcol no texto sobre a exposição. “Essa dimensão enigmática, capaz de desestabilizar a aparência do óbvio que repousa sobre as coisas, é tomada neste projeto curatorial como uma noção especulativa com a qual se procura aprofundar uma meditação sobre a experiência com a arte em seus modos de instauração no contexto e na circunstância expositiva.”

Se o Módulo 2 ainda continua em cartaz até o final de julho, a primeira parte de “O tempo das coisas” já se encerra nesta sexta-feira, 1º de junho. A finissage marca a última etapa do trabalho “Ilinx”, do duo Ío. Organizado como uma espécie de dominó de grandes dimensões, com barras de concreto, chocolate escorrido, vidro estilhaçado e pedras, a ideia é que, depois do desabamento em cadeira das peças, a obra exista apenas na imaginação dos visitantes. Veja imagens das obras que integram “O tempo das coisas – Módulo 2” abaixo:

“O tempo das coisas – Módulo 2”, com Antônio Augusto Bueno, Bruno Borne, Frantz, Fyodor Pavlov-Andreevich, Ío, Paulo Nenflídio, Túlio Pinto, Batista da Costa, Fernando Duval, Hildegardo Leão Velloso, Jeronimus Van Diest, Oscar Crusius e Tomie Ohtake
Curadoria de Francisco Dalcol
Em cartaz de 18 de maio a 27 de julho de 2018

Pinacoteca Ruben Berta
Rua Duque de Caxias, 973 – Centro Histórico
Funcionamento: seg – sex, 10h às 18h
T: (51) 3289-8292
Entrada franca



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA