Coletivo Irmãos Guimarães, "Luz incadescente", 2013

Mais textos críticos no site do Prêmio PIPA

Ser uma janela para a arte contemporânea brasileira. Este é o objetivo do Prêmio PIPA. Fundado em 2010 e chegando à sua nona edição este ano, ele hoje representa uma das mais importantes premiações de arte do país. E vem, ano a ano, ampliando cada vez mais este espaço que serve ora como vitrine, ora como porta de entrada para a produção artística atual do Brasil, através de posts diários sobre exposições nos nossos sites e redes sociais, as recentes exposições de acervo na Villa Aymoré, a produção de um catálogo com todos os artistas da edição, entre outros.

Entre estas iniciativas, uma das importantes é certamente a elaboração e constante atualização das páginas de artistas. Hoje, já são mais de 500 páginas bilíngues com textos, imagens de obras, biografias, currículo e vídeo-entrevistas exclusivas com os artistas que concorrem ou concorreram ao Prêmio. Através delas, é possível visualizar um panorama do que é – e quem faz – a arte brasileira hoje.

Sempre buscando enriquecer o conteúdo dos sites, começamos em 2016 a publicar textos exclusivos do curador do Instituto PIPA Luiz Camillo Osorio. Curador do MAM-Rio entre 2009 e 2015 e atual diretor do Departamento de Filosofia da PUC-Rio, Osorio é conselheiro e um dos idealizadores do Prêmio. Apesar da conexão, seus textos vão muito além deste universo imediato, abordando as mais diversas questões da arte contemporânea – da privada de ouro de Cattelan exibida no Guggenheim no ano passado às possibilidades de uma arte sem autoria. Além disso, ele frequentemente convida artistas que já participaram do PIPA e outras personalidades para conversas. Seu último texto, por exemplo, foi um interessante diálogo com a curadora independente libanesa Amanda Abi Khalil.

Este ano, decidimos aprofundar ainda mais este panorama pedindo aos críticos de arte membros do Comitê de Indicação e do Conselho do Prêmio PIPA 2018 que contribuam para o site com textos críticos. Os textos serão incluídos nas respectivas páginas destes profissionais no nosso site. E, caso discutam a obra de algum artista já indicado ao Prêmio, também serão adicionados na página relativa ao artista. Desta maneira, os sites do Prêmio ganham um conteúdo reflexivo extra, incentivando uma discussão ainda mais ampla e informada sobre a arte contemporânea brasileira. O primeiro texto, de autoria da artista Leda Catunda, já foi publicado. Leia “A bela, a fera, e o desejo do mundo” aqui.

O convite para a publicação de textos está aberto aos membros dos Comitês de Indicação, Conselhos e Júris de Premiação do Prêmio PIPA de todas edições. Vale ressaltar que o texto não necessita ser exclusivo. Para a publicação, basta enviar um email para premiopipa@premiopipa.com.



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA