Diego de Santos, Sem título da série "Poema 193", 2015 C. Galeria

“Serendipity” reúne obras de dez artistas

(Rio de Janeiro, RJ)

A ideia é simples, mas inovadora. Todo ano, os artistas representados pela C. Galeria convidam para uma exposição coletiva outros artistas (em sua maioria, sem representação oficial no Rio) com pesquisas semelhantes às suas. Como resultado, os artistas exercem seus talentos como curadores; a galeria vira palco de uma troca entre artistas já estabelecidos e novos nomes; e artistas promissores ganham uma porta de entrada para a cena carioca.

Esta é a proposta de “Serendipity”, com abertura marcada para esta quinta-feira, 15 de março. Com participação de dez artistas, a edição inaugural do projeto da C. Galeria exibe pinturas, vídeos, fotografias e esculturas. E ganhou um título à altura. A palavra inglesa “serendipity” significa uma “descoberta feliz ou proveitosa, feita por acaso”, assim como a reunião praticamente acidental dos integrantes da mostra.

Um deles é Diego de Santos, ganhador do PIPA Online 2014. Convidado pela pintora Maria Fernanda Lucena, ele exibe dois desenhos sem título da série “Poema 193”, produzidos com papel, fogo, fuligem, gotas de chuva e caneta. Santos acredita que a coletiva será um lugar de encontro e partilha:

– A motivação inicial está nas afinidades entre os artistas da galeria e seus indicados. As interlocuções, de agora em diante, se apresentam como caminhos para seguir em conjunto – afirma, acrescentando que vê diversas possibilidades de diálogo entre o seu trabalho e o dos outros participantes. – Podemos pensar a partir da potência experimental, como no trabalho de Dora Smék, que desafia materialidades por meio de dobras; Lucas Lugarinho, que investe em cenas do cotidiano em suas práticas pictóricas, uma relação direta com as motivações de “Poema 193”; Eduardo Sacatena, que dá espaço para a ambivalência em sua experimentação que apresenta uma sutil estranheza, e Caio Pacela, que desloca recursos da fotografia, linguagem que também utilizo muito na minha pesquisa, para a pintura. Confira algumas das obras exibidas em “Serendipity”:

“Serendipity”, coletiva com Alice Ricci, Ana Kemper, Ana Muglia, Caio Pacela, Diego de Santos, Dora Smék, Eduardo Scatena, Felippe Sabino, Laura Freitas e Lucas Lugarinho
Em cartaz de 15 de março a 18 de maio de 2018
Abertura: Quinta-feira, 15 de março, às 19h

C. Galeria
Rua Visconde de Pirajá, 580/102ss
Funcionamento: ter – sex, 11h às 19h
T: (21) 3988-0600
contato@cgaleria.com



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA