Marcone Moreira

Marcone Moreira na individual “Linhas de Força”

(Belo Horizonte, MG)

A memória de materiais gastos é central no trabalho de Marcone Moreira, quatro vezes indicado ao Prêmio PIPA. Assim, faz sentido que os desenhos de “Linhas de Força”, em cartaz no Palácio das Artes até o final de fevereiro, tenham buscado inspiração nos porretes de madeira usados na extração da amêndoa do babaçu no Maranhão, estado natal do artista.

Além dos desenhos, a exposição ainda conta com objetos e esculturas, todos produzidos ao longo dos últimos dois anos. Sempre, explica o artista, tendo em mente processos manuais, inspirado em atividades como a carpintaria naval ou o artesanato:

– Fica cada vez mais evidente o interesse por algumas formas específicas de conhecimento, modos de trabalhos e os artefatos resultantes desses processos – explica o artista, que ocupa a Galeria Arlinda Corrêa Lima.

“Linhas de força”, individual de Marcone Moreira
Curadoria de Júlio Martins
Em cartaz de 15 de dezembro de 2017 a 25 de fevereiro de 2018

Palácio das Artes (Galeria Arlinda Corrêa Lima)
Av. Afonso Pena, 1537 – Centro
Funcionamento: ter – sáb, 9h30 às 21h; dom, 16h às 21h
T: (31) 3236-7400



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA