Abraham Palatnik, Sem título, 2017

Com curadoria de Luiz Camillo Osorio, individual de Abraham Palatnik traz obras inéditas

(São Paulo, SP)

A idade não é um impeditivo para o intenso ritmo de trabalho de Abraham Palatnik, que, às vésperas de completar 90 anos, continua produzindo, se aprofundando e renovando sua pesquisa em torno do movimento óptico e da percepção. Em “Ver, Mover”, exposição que começa neste sábado, 07 de outubro, na Galeria Nara Roesler, o artista apresenta 10 relevos em acrílico inéditos, além de obras anteriores que, juntas, desenham um caminho pictórico e cinético na sua produção.

Palatnik, que já em 1951 quando apresentou o ‘aparelho cinecromático’ na Bienal de São Paulo se interessava pela construção óptico-cinética, iniciou no último ano uma investigação com acrílico, cujo resultado é apresentado na mostra. “O que mais impressiona aqui é a sua capacidade de inventar movimentos segundo a lógica inerente aos materiais”, comenta Luiz Camillo Osorio, curador da exposição e curador do Instituto PIPA. “Com acrílico, o movimento ganha mais profundidade, fica mais delirante”, ele completa. Camillo pontua ainda que o interesse de Palatnik com relação ao movimento e à composição de ‘ritmos visuais’ só se ampliou ao longo dos anos, se expandindo para experimentações com novos materiais e processos. Segundo o curador, “olhar seus trabalhos é um exercício intelectual aliado ao mais genuíno prazer estético”. 

“Ver, Mover”, individual de Abraham Palatnik
Curadoria de Luiz Camillo Osorio
Em cartaz de 07 de outubro até 12 de novembro de 2017

Galeria Nara Roesler
Avenida europa, 655 – Jardim Euroupa
Funcionamento: seg – sex, 10h às 19h; sáb, 11h às 15h
T: (11) 2039 5454
info@nararoesler.com.br



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA