Assista às cinco novas vídeo-entrevistas exclusivas do PIPA 2017

Lançamos hoje mais cinco vídeo-entrevistas com os artistas indicados ao Prêmio PIPA 2017. No total, serão publicadas cerca de 50 entrevistas com os participantes desta edição, abordando suas principais inspirações, práticas e trajetórias em vídeos produzidos exclusivamente para o site do PIPA pela Do Rio Filmes. Confira abaixo cinco dessas entrevistas com, respectivamente, Aleta Valente, Ana Mazzei, Ana Prata, Anton Steenbock e Desali.

Aleta Valente

A artista Aleta Valente, indicada pela primeira vez este ano ao Prêmio PIPA,  começou a despontar no circuito artístico através de uma conta no Instagram, @ex_miss_febem. A internet, em especial as redes sociais, são grandes alicerces do seu trabalho. A artista comenta na entrevista que o espaço virtual é uma oportunidade para explorar o “avatar”, a criação de uma persona. Nos seus trabalhos, Aleta geralmente discute questões de gênero, do corpo feminino, poder e consumo.

Acesse a página de Aleta Valente para conhecer mais sobre sua obra e ver outros vídeos e imagens de trabalhos.

Ana Mazzei

A paulista Ana Mazzei participa do Prêmio pela terceira vez este ano. Interessada principalmente pela escultura e pela experimentação de novos materiais, Ana diz, no entanto, não ter um tema fechado em seus trabalhos. Em sua entrevista, conta um pouco sobre seu processo de trabalho e sobre o lugar da arte em sua trajetória.

Acesse a página de Ana Mazzei para conhecer mais sobre sua obra e ver outros vídeos e imagens de trabalhos.

Ana Prata

Também indicada ao Prêmio pela primeira vez este ano, Ana Prata trabalha principalmente com pintura. De uma forma geral, seus quadros se estruturam na ideia do desenho infantil, em símbolos universais, habitualmente fazendo uma referência à arte moderna ao construir uma espécie de alfabeto pictórico. Para Ana, como ela mesma coloca no vídeo, a arte é uma atividade ao mesmo tempo intuitiva e intelectual.

Acesse a página de Ana Prata para conhecer mais sobre sua obra e ver outros vídeos e imagens de trabalhos.

Anton Steenbock

Nascido na Alemanha, Anton Steenbock é mais um dos que participam pela primeira vez do Prêmio PIPA este ano. Tem como questões recorrentes em sua produção mercado imobiliário e a especulação em torno desse setor. Um de seus trabalhos mais repercutidos foi a criação da Da Silva Brokers, imobiliária ficcional que de fato investiu em material de divulgação dos seus falsos empreendimentos espalhafatosos, como um hotel de luxo em forma de banana em Botafogo.

Acesse a página de Anton Steenbock para conhecer mais sobre sua obra e ver outros vídeos e imagens de trabalhos.

Desali

Transitando por múltiplas linguagens, como a pintura, a fotografia, a ação performativa e o vídeo, a obra de Desali, indicado pela primeira vez ao Prêmio PIPA, é marcada pela subversão das hierarquias, tanto artísticas quanto sociais. Na sua obra, os resíduos da cidade, as memórias mais ínfimas ou mesmo o lixo podem ter valor artístico, assim como a figura do artista é vista com ironia e tratada de modo comum.

Acesse a página de Desali para conhecer mais sobre sua obra e ver outros vídeos e imagens de trabalhos.



O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA