Danielle Fonseca mistura aquarelas, fotografias, escultura e filme em individual

(Belém, PA)

“Sabe, eu já estive no mar antes”, canta Joni Mitchell em “Blue”, música que dá nome ao seu álbum mais famoso. O verso dá nome à individual que Danielle Fonseca, indicada ao Prêmio PIPA no ano passado, inaugurou na Kamara Kó Galeria no dia 04 de junho. A mostra apresenta parte da pesquisa realizada pela artistas graças ao Prêmio de Produção e Difusão Artística 2016 da Fundação Cultural do Pará.

Com curadoria de Bárbara Palha e texto crítico de Raphael Fonseca, a exposição reúne aquarelas, fotografias, uma escultura e um filme, “Posseidon é cabra, abelha e o movimento dos barcos”. Para Fonseca, curador do Museu de Arte Contemporânea de Niterói (MAC), essa variedade de suportes, em especial a justaposição de texto e imagem, é fundamental para o entendimento da obra da artista. “Podemos afirmar que a pesquisa de Danielle Fonseca se articula essencialmente na relação entre imagem e texto. Além de ser uma criadora dentro das chamadas ‘artes visuais’, a artista se caracteriza também pela sua produção como escritora”, escreve.

A individual conta ainda com uma obra interativa. Nela, Danielle, inspirando-se nas obras do vanguardista italiano Piero Manzoni, pede aos visitantes que encarnem uma escultura viva com trejeitos de surfista. Confira abaixo algumas das apropriações da obra pelos visitantes:

“Sabe, eu já estive no mar antes”, individual de Danielle Fonseca
Curadoria de Bárbara Palha
Em cartaz de 04 de junho a 20 de julho de 2017

Kamara Kó Galeria
Travessa Frutuoso Guimarães, 611 – Campina
Funcionamento: ter – sex, 15h às 19h; sáb, 10h às 13h
T: (91) 3261-4809
kamarakogaleria@gmail.com



O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA