Coletiva reúne 29 artistas para discutir preconceito, violência e justiça

(São Paulo, SP)

Curador do Instituto Tomie Ohtake e também membro do Comitê de Indicação do Prêmio PIPA em edições passadas, Paulo Miyada contou com a adesão de 29 artistas de todo o Brasil para produzir “OSSO – Exposição-apelo ao amplo direito de defesa de Rafael Braga”. Começando hoje, 27 de junho, no Instituto Tomie Ohtake, a coletiva discute temas como preconceito, violência e racismo em trabalhos inéditos ou feitos especialmente para a exposição. Dos 29 participantes, 13 já foram indicados ao Prêmio PIPA, entre eles o ganhador do Prêmio ano passado Paulo Nazareth e os finalistas de 2010 e 2016 Jonathas de Andrade e Clara Ianni, respectivamente. 

O caso Rafael Braga  ganhou repercussão em meio às manifestações de 2013, quando o jovem negro foi preso sob a acusação de portar materiais inflamáveis que seriam utilizados para produzir explosivos, mas cuja aptidão incendiária foi negada. A exposição levanta a discussão em torno do acontecido e suas reverberações sociais através de “obras-atitude” que são ora uma experiência pontual e sutil, como um toque, ora afiadas e cortantes, como um bisturi. O título “Osso” vem da escolha das obras, feitas a partir de elementos “mínimos”, de alguma forma “essenciais”, que espelham a crueza, mas também fragilidade, da discussão em torno da igualdade de direitos constitucionais básicos. 

Uma parceria com o Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD), a exposição apresenta em paralelo atividades incentivo (incentivo e fomento são sinônimos) ao debate do caso Rafael Braga e da igualdade do direito de defesa. Entre elas, está programado um amplo de debate no primeiro sábado após a abertura da mostra, 30 de junho, com introdução por Paulo Miyada e Hugo Leonardo, vice-presidente do IDDD, e participação dos convidados Geraldo Prado, Professor de Direito da UFRJ, Suzane Jardim, pesquisadora de gênero e dinâmicas raciais e Cidinha da Silva, escritora e ativista. Confira no site do Instituto a programação completa da exposição. 

“OSSO – Exposição-apelo ao amplo direito de defesa de Rafael Braga”, exposição coletiva de Adriano Costa, Alice Shintani, Anna Maria Maiolino, Bené Fonteles, Carmela Gross, Cildo Meireles, Clara Ianni, Dalton Paula, Fabio Morais, Fernanda Gomes, Graziela Kunsch, Gustavo Speridião, Ícaro Lira, Iran do Espírito Santo, Jaime Lauriano, Jonathas de Andrade, Maria Laet, Miguel Rio Branco, Moisés Patrício, Nelson Félix, Nuno Ramos, Pablo Lobato, Paulo Bruscky, Paulo Nazareth, Raphael Escobar, Rosana Paulino, Sonia Gomes, Tiago Gualberto e Vitor Cesar
Em cartaz de 27 de junho a 30 de julho de 2017

Instituto Tomie Ohtake
Av. Brg. Faria Lima, 201 – Pinheiros
Funcionamento: ter – dom, 11h às 20h
T: (11) 2245-1900



O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA