Paulo Nazareth caminha (literalmente) para residência artística em NY como parte do Prêmio PIPA 2016

(Nova York, NY)

Foram seis meses e meio, 700 quilômetros e sete quilos a menos até que Paulo Nazareth chegasse a Nova York. O projeto, de 2011, era “Notícias de América”, e consistia em andar, a pé ou de carona, de Palmital, Belo Horizonte, até a Big Apple norte-americana. Hoje, seis anos depois, o artista se prepara para cruzar uma vez mais a fronteira entre México e Estados Unidos. De novo, a pé: Nazareth fez um “acordo espiritual” de jamais entrar no país por via aérea.

O motivo da viagem é uma residência de três meses na Residency Unlimited, em Nova York, parte de seu prêmio como vencedor das duas principais categorias (PIPA e Voto Popular) do PIPA 2016. “Trecheiro” nato – a palavra, que ele mesmo usa, é sinônimo de viajante, aquele que vai de trecho em trecho –, dessa vez Nazareth enfrenta mais um desafio além da distância. Em tempos de Trump, o artista arrisca não conseguir cruzar a divisa entre México e Estados Unidos.

– Estamos ansiosos para ver se ele vai ter alguma dificuldade na entrada, sabendo que a imigração está mais rigorosa desde janeiro – comenta Lucrecia Vinhaes, da coordenação do Instituto PIPA.

O risco é necessário. Afinal, uma das grandes marcas do trabalho de Nazareth é transformar a si mesmo em obra de arte, seja ao protagonizar os trabalhos fotográficos, ou ao literalmente vender sua imagem como um “homem exótico” (veja a série “Notícias de América” abaixo) – o artista chegou ao extremo de registrar, em cartório, que tudo que faz é arte.

Nazareth é esperado no dia 07, sábado, para seu primeiro encontro com a equipe da Residency Unlimited. A América que ele enfrenta, na fronteira e no dia a dia, é muito diferente daquela que ele viu em 2010. Um passo, depois o outro. Paulo Nazareth continua a caminhar.

Conheça a seguir alguns dos trabalhos da série “Notícias da América”, do vencedor do Prêmio PIPA 2016 Paulo Nazareth:

Os primeiros dias de Paulo Nazareth em sua residência em Nova York você vê em breve em um vídeo exclusivo para o site do Prêmio PIPA, onde ele contará novas “notícias da América”.



O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA