MAM-Rio apresenta “Cristalização”, individual de Jaildo Marinho

(Rio de Janeiro, RJ)

Parceiro do Prêmio PIPA – é lá que acontece, anualmente, a exposição dos finalistas da premiação – o MAM-Rio apresenta, a partir deste sábado, 27 de maio, “Cristalização”, individual de Jaildo Marinho. O título da exposição tem origem em uma instalação homônima, que reproduz, na escala do museu, o longo processo através do qual um cristal se forma.

Além dela, a mostra conta ainda com cinco esculturas e 13 pinturas, formando uma verdadeira releitura da abstração geométrico-construtiva que exerceu prolongada influência na arte moderna brasileira, presente por exemplo na obra de Hélio Oiticica e Waldemar Cordeiro. Isso não significa, contudo, que os trabalhos de Marinho não carreguem marcas do seu próprio tempo: de acordo com o curador Jacques Leenhardt, as estratégias do artista ao lidar com o espaço são típicas da arte contemporânea.

“A geração de artistas da qual Jaildo faz parte pensa imediatamente em termos de espaço perceptivo e, portanto, também de espaço de museu. A obra deixa de ser considerada em sua autonomia de objeto confinado em si mesmo. Ela pertence, de imediato, a um conjunto: cada parte traz a sua contribuição para a exposição, como um todo que oferece a moldura em que cada elemento adquire o seu sentido”, escreve Leenhardt no texto de introdução à mostra.

Também outra dimensão, a do tempo, ganharia novos contornos na mostra. Em especial na instalação principal, que justapõe dois tempos contraditórios: aquele da visita do espectador, e o tempo secular do mineral, que arbitra a fabricação do cristal. “A vida – a pequena diferença que nos faz existir em sua fragilidade apreensiva, simbolizada pelo fluxo colorido da luz – é confrontada com o rigor cristalino das telas. A pujança enigmática desse dispositivo submerge o espectador em frente ao choque entre os jogos incertos de sua própria memória e a insuperável fixidez do tempo mineral”, conclui o curador.

O artista Jaildo Marinho com algumas de suas criações

“Cristalização”, individual de Jaildo Marinho
Curadoria de Jacques Leenhardt
Em cartaz de 27 de maio a 02 de julho de 2017

Museu de Arte Moderna Rio de Janeiro (MAM-Rio)
Av. Infante Dom Henrique, 85 -Parque do Flamengo
Funcionamento: ter – sex, 12h às 18h; sáb, dom & feriados, 12h às 19h
T: (21) 3883-5600
facebook.com/museudeartemodernarj



O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA