Daily Archives: 24 de março de 2017

0

Conversa com Rodrigo Braga, por Luiz Camillo Osorio

Finalista ao Prêmio PIPA 2012, quando também venceu o Voto Popular Exposição, Rodrigo Braga nasceu em Manaus, apesar de ter crescido em Recife, Pernambuco. Em parte graças a essa vivência inicial, em parte graças a seu contexto familiar, sua poética frequentemente aborda a relação entre o homem e a natureza. O assunto é um dos que Braga discute aqui com Luiz Camillo Osorio, curador do Instituto PIPA, em uma entrevista exclusiva que perpassa ainda pela relação do artista com a fotografia e o vídeo, sua formação artística, e a recepção internacional de seu trabalho.

0

“Quando o mar virou Rio” narra a história da relação entre a cidade maravilhosa e o mar

(Rio de Janeiro, RJ) É um paradoxo: apesar de ter “rio” no nome, a cidade do Rio de Janeiro é muito mais associada ao mar e à praia do que a qualquer outra formação natural. A história dessa relação é narrada em “Quando o mar virou Rio”, que começa hoje no Museu Histórico Nacional. Curada por Isabel Seixas, Diogo Rezende e Letícia Stallone, a mostra reúne obras de 25 artistas, seis deles já indicados ao Prêmio PIPA.






0

A utopia tupi em individual do coletivo OPAVIVARÁ!

(Rio de Janeiro, RJ) Tupycolé, Remotupy, DiskoOka. Os títulos das obras apresentadas na nova individual do coletivo OPAVIVARÁ! não negam: a partir deste fim de semana, a intenção é mesmo transformar o espaço da galeria A Gentil Carioca em uma “utopia tupi”, onde “o coração da mata e a cidade de concreto” se mesclam – uma “pororoca dos encontros” cujo título, “Utupya”, não poderia ser mais adequado.






0

Vijai Patchineelam apresenta a individual “od danas do sjutra”

(Rio de Janeiro, RJ) “Od danas do sjutra”. De acordo com Vijai Patchineelam, a frase, uma expressão da língua sérvio-croata, descreve “uma situação de sobrevivência precária, de quem vive do imediato”. O provérbio dá nome à individual que o artista, indicado ao Prêmio PIPA pela segunda vez este ano, inaugurou ontem na Galeria Cavalo – a primeira dele no espaço, aliás.






0

Carpintaria apresenta sessão de vídeos ao ar livre no sábado

(Rio de Janeiro, RJ) A Carpintaria, espaço carioca da galeria Fortes D’Aloia & Gabriel, faz uma sessão de cinema ao ar livre neste sábado. As obras exibidas são três: “One.Two.Three”, de Vincent Messen, “Luz Negra”, de Nuno Ramos, e “Estás Vendo Coisas”, de Benjamin de Búrca e Bárbara Wagner. Bárbara, aliás, concorre novamente ao PIPA esse ano, depois de participar da primeira edição do prêmio, em 2010.






O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA