Oferendas prosaicas e políticas em “Aceita?”, de Moisés Patrício

(São Paulo, SP)

Uma foto por dia, desde 2013. Em cada uma das 700 imagens – até agora – , a palma da mão esquerda do artista Moisés Patrício se estende. Ora oferta uma folha; ora um boneco, um colar. Não importa: os objetos, todos encontrados nas ruas de São Paulo, são oferecidos candidamente aos seus seguidores nas redes sociais, perguntando: “Aceita?”. A pergunta intitula a série e também a individual que o paulista inaugura oficialmente no sábado, 04 de fevereiro, na Red Bull Station.

“As pessoas de repente se deparam com o que elas deixaram mesmo na rua”, ele comenta em uma entrevista à Red Bull Station. As pessoas, no caso, são os quase 3.500 followers que o artista possui no Instagram. Valendo-se da interatividade que marca a rede social, muitos deles efetivamente respondem ao ato artístico de Patrício, que mescla imagens prosaicas e de cunho político em sua série.

Se a mão e o gesto da oferenda são fundamentais no candomblé, uma das grandes influências da obra de Patrício, em “Aceita?” um outro tema ainda se desdobra: a questão urbana na vida do artista que, morador de periferia, desloca-se diariamente para o centro de São Paulo: “Por incrível que pareça, existem muitos espaços que são culturalmente interditados para a população negra aqui na cidade. Quando eu comecei a fotografar minha mão, queria entender essa potência desses lugares”, ele conta em uma entrevista ao Prêmio PIPA, ao qual foi indicado pela primeira vez no ano passado.

Além de “Aceita?”, o sábado na Red Bull Station apresenta ainda a abertura oficial de “Construção de Valores”, de André Komatsu, e o show do bloco afro-feminino Ilú Obá de Min a partir das 17h30. Aceita?

“Aceita?”, individual de Moisés Patrício
Em cartaz de 31 de janeiro a 04 de março de 2017
Abertura: Sábado, 04 de fevereiro, 11h

Red Bull Station
Praça da Bandeira, 137 – Centro
Funcionamento: ter – sex, 11h às 20h; sáb, 11h às 19h
T: (11) 3107-5065
station@redbull.com.br



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA