Com mais de 40 participantes, coletiva explora os “lugares do delírio”

(Rio de Janeiro, RJ)

Pouco depois da inauguração Museu de Arte do Rio (MAR), Paulo Herkenhoff, primeiro diretor cultural do espaço, idealizava uma exposição dedicada a explorar as fronteiras entre normalidade e loucura. Hoje, mais de dois anos depois, a mostra finalmente tem início. Curada por Tania Rivera, “Lugares do delírio” mescla trabalhos realizados no circuito artístico tradicional com aqueles produzidos em instituições psiquiátricas, tendo como princípio a ideia de que o delírio não só não é exclusivo ao sofrimento psíquico, como talvez seja condição sine qua non à produção da arte.

São cerca de 150 obras na exposição, de autoria de artistas consagrados, como Leonilson, José Bechara e Lygia Clark; de artistas contemporâneos, como o finalista ao PIPA do ano passado Gustavo Speridião e Laura Lima; e de pacientes de instituições como a Casa Verde e o Grupo Arte e Cuidado, entre outros. Afinal, como escreve Rivera no texto curatorial, se “os lugares do delírio são muitos e variados”, a arte talvez “seja o campo no qual o delírio mais se põe em jogo – e nunca se esgota”.

No ano passado, o Prêmio PIPA convidou a artista Martha Pires Ferreira, coordenadora de artes plásticas na Casa das Palmeiras, um dos espaços criados por Nise de Silveira para aplicar a arte no contexto de reabilitação de pacientes psiquiátricos, para conversar com Luiz Camillo Osorio e Cadu sobre o fazer artístico. Reveja aqui a conversa, que lembra, assim como “Lugares do delírio”, que há muito menos fronteiras entre a loucura e a arte do que a princípio se supõe.

“Lugares do delírio”, coletiva com Ana Linnemann, Anamaria Fernandes e Michel Charron, Anna Maria Maiolino, Arlindo Oliveira, Arthur Bispo do Rosário, Ateliê Gaia – Museu Bispo do Rosário, Bernardo Damasceno, Carla Guagliardi e Stela do Patrocínio, Carlos Bevilacqua, Casa Verde e André Abu-Merhy, Cia. Teatral Ueinzz e Pedro França, Cildo Meireles, Cláudio Paiva, Clóvis, Dias & Riedweg, Dora Garcia, Dudu Mafra, Fernand Deligny, Fernando Diniz, Fernando Lima, Geraldo Lúcio Aragão, Gina Ferreira, Gustavo Speridião, Grupo Arte e Cuidado, Jessica Gogan e Daniel Leão, João Jordão da Silva, José Bechara, Laura Lima, Leonilson, Livia Flores, Luis Guides, Luiz Carlos Marques, Lula Wanderley, Lygia Clark, Marc Pataut, Marcelo Masagão e Andrea Menezes, Mathilde Monnier, Maurício Flandeiro, Miriam Chnaiderman, Natália Leite, Raphael Domingues e Ricardo Alves Júnior
Curadoria de Tania Rivera
Em cartaz de 07 de fevereiro a 16 de outubro de 2017

Museu de Arte do Rio (MAR)
Praça Mauá, 5 – Centro
Funcionamento: seg—dom, 10h às 18h
T:  (21) 3031-2741



Copyright © Instituto PIPA