Catorze artistas refletem sobre a cidade e a vida urbana em “Metrópole”

(São Paulo, SP)

A Galeria Nara Roesler apresenta, a partir deste fim de semana, a coletiva “Metrópole”, que investiga a cidade e a vida urbana (com suas especificidades, complexidades e adversidades) sob o olhar de 14 artistas, entre estrangeiros e brasileiros – participam, por exemplo, as vencedoras do Prêmio PIPA em 2014 e 2015, respectivamente Alice Miceli e Virginia de Medeiros, além de nomes renomados como Isaac Julien, Hélio Oiticica e Vik Muniz.

Das das metrópoles mais abordadas, Nova Iorque é a campeã: a “grande maçã” é cenário do curta “Agrippina é Roma Manhattan” (1972), de Hélio Oiticica e Neville D’Almeida, da série “Pictures of Clouds: 59th Bridge” (2002), de Vik Muniz, e de “NY Cars”, de Milton Machado. A segunda colocada é, talvez, a capital federal. Tema de “Brasília” (2011), de Cao Guimarães, e de “Estudos comparados modernistas” (2010 – 2011), do colombiano Alberto Baraya, a cidade provoca ora sentimentos de urgência e caos, caso do primeiro trabalho, ora uma sensibilidade poética. Além delas, ainda outras metrópoles podem ser visitadas na exposição, como Amsterdã, Recife e Santiago.

Em um um mundo onde a maior parte da população vive em cidades, “Metrópole” apresenta como alguns artistas, nos últimos 40 anos, percebem e transitam entre os lugares onde habitamos. Veja, abaixo, algumas obras em exibição na coletiva:

“Metrópole”, coletiva com Alberto Baraya, Alice Miceli, Cao Guimarães, Hélio Oiticica, Isaac Julien, Lucia Koch, Marco Maggi, Marcos Chaves, Melanie Smith, Milton Machado, Paul Ramírez Jonas, Paulo Bruscky, Vik Muniz e Virginia de Medeiros
Curadoria de Alexandra Garcia Waldman
Em cartaz de 04 de fevereiro a 25 de março

Galeria Nara Roesler
Avenida Europa, 655 – Jardim Europa
T: (11) 2039-5454
info@nararoesler.com.br



Copyright © Instituto PIPA