Jonathas de Andrade inaugura sua primeira individual em um museu norte-americano

(Nova York, Estados Unidos)

“Um dos artistas brasileiros mais promissores de sua geração” de acordo com o New Museum, Jonathas de Andrade, finalista à segunda edição do Prêmio PIPA, inaugurou ontem, 26 de novembro, sua primeira exposição individual em um museu estadunidense. Curada por Natalie Bell, “Jonathas de Andrade: O Peixe” tem seu nome retirado da obra mais recente do artista, o média-metragem “O Peixe”, exibido (e aclamado) pela primeira vez na 32a Bienal de São Paulo.

Adotando a estética dos tradicionais documentários etnográficos, o filme apresenta um ritual inventado por de Andrade e encenado por um grupo de pescadores de Alagoas: abraçar os peixes após sua captura. “Simboliza um pouco essa contradição, do quanto a vida nas cidades se desconectou completamente desse ato que é dominar como espécie maior”, contou o artista em uma entrevista à revista Bravo! por ocasião da Bienal.

Essa não é a primeira vez que de Andrade mistura fato e ficção ao examinar noções disseminadas a partir de imagens, convenções sociais, e ideologias políticas. Para saber mais da trajetória e da obra desse artista, cujo trabalho estreia essa semana também no Canadá, na galeria The Power Plant, assista ao vídeo-entrevista que ele concedeu ao Prêmio PIPA quando foi indicado finalista, em 2011:

“Jonathas de Andrade: O Peixe”, individual de Jonathas de Andrade
Curadoria por Natalie Bell
Em cartaz de 25 de janeiro a 9 de abril de 2017

New Museum
235 Bowery
T: +1 (212) 219-1222
Funcionamento: sex – dom, 11h às 18h; qui, 11h às 21h
info@newmuseum.org



O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA