Conversa com Cadu, Carlos Vergara e Isabel Diegues acontece neste sábado no espaço Jacaranda

(Rio de Janeiro, RJ)

Este sábado, 14 de janeiro, marca a volta definitiva do circuito de arte carioca depois das festividades de fim de ano. Além da abertura de duas exposições – a coletiva “A luz que vela o corpo revela a tela”, curada por Bruno Miguel, e a individual “Máquina Devir”, de Maria Lynch – , o dia também conta com a conversa “Artista Viajante”, que acontece às 17h30 no espaço Jacaranda, na Villa Aymoré. Com Carlos Vergara, Isabel Diegues e o vencedor do Prêmio PIPA 2013 Cadu, a discussão pretende ser a primeira de uma série organizada pelo clube no mês de janeiro.

captura-de-tela-2017-01-10-as-17-27-53

De viagem, aliás, todos os participantes entendem muito bem. Cadu, por exemplo, apresentou na exposição do Prêmio PIPA 2013 um trabalho resultante de uma estadia de 272 dias em Nogueira, no Rio de Janeiro, além de ter passado temporadas no Deserto do Atacama e no México no ano passado – para descobrir mais sobre o assunto, leia aqui sua entrevista com Luiz Camillo Osorio. Para Isabel, editora da Cobogó, uma jornada pelo estado do Piauí com um grupo de artistas foi tema de um livro inteiro, Diário de uma digressão (Uma viagem ao sertão do Piauí da Serra das Confusões até o mar). Já as viagens de Carlos Vergara, nome consagrado da arte brasileira, prolongam e ampliam a latitude de seu trabalho: alguns de seus trabalhos mais significativos foram produzidos explorando o território brasileiro, como o interior de Minas ou o Pantanal.

“Artista viajante”, conversa com Cadu, Carlos Vergara e Isabel Diegues
Sábado, 14 de janeiro, às 17h30

Jacaranda, na Villa Aymoré
Ladeira da Glória, 26 – Glória
T: (21) 2509-6962



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA