Coletiva “Cromofilia vs. Cromofobia” ganha continuação no Rio de Janeiro

(Rio de Janeiro, RJ)

Encerrada na semana passada, a exposição “Cromofilia vs. Cromofobia”, da galeria Nara Roesler, propunha uma batalha hipotética entre a tabela cromática, inventada nos anos 1960, e o círculo cromático, conhecido pelo menos desde o século XVII. Pois a guerra ainda não se deu por terminada pela curadora e diretora artística da galeria, Alexandra Garcia Waldman. Uma nova batalha se inicia, assim, ainda que em um novo territórios: “Cromofilia vs. Cromofobia: Continuação” abre nesta quinta-feira, 26 de janeiro, dessa vez na sede carioca da galeria.

Com mais artistas do que na sua versão anterior (são 21 contra 18), a segunda parte da mostra continua apostando na mistura entre grandes nomes das artes visuais brasileiras, como Tomie Ohtake e Helio Oiticica, e artistas relativamente recentes. Entre os participantes, há, por exemplo, cinco artistas indicados ao Prêmio PIPA, Bruno Dunley, Eduardo Coimbra, Laura Vinci e Rodolpho Parigi, além da vencedora da edição de 2015 Virginia de Medeiros.

“Cromofilia vs. Cromofobia: Continuação” fica em cartaz na galeria Nara Roesler até o dia 18 de março.

“Cromofilia vs. Cromofobia: Continuação”, coletiva com Abraham Palatnik, Angelo Venosa, Antonio Dias, Artur Lescher, Bruno Dunley, Carlito Carvalhosa, Daniel Buren, Eduardo Coimbra, Hélio Oiticica, José Patrício, Karin Lambrecht, Laura Vinci, Marcelo Silveira, Marco Maggi, Melanie Smith, Milton Machado, Rodolpho Parigi, Sergio Sister, Tomie Ohtake, Vik Muniz e Virginia de Medeiros
Em cartaz de 26 de fevereiro a 18 de março de 2017
Abertura: Quinta-feira, 26 de fevereiro, de 19h às 22h

Galeria Nara Roesler
Rua Redentor, 241 – Ipanema
T: (21) 3591-0052
info@nararoesler.com.br



O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA