“Arte Core” chega ao MAM-Rio neste fim de semana

(Rio de Janeiro, RJ)

O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro recebe, nos dias 15 e 16 de outubro, “Arte Core”, principal evento de arte urbana do Rio de Janeiro. A nova edição recebe artistas internacionais e novas oficinas, o festival une arte, skate e música em evento gratuito. Participarão artistas como AFA, Alexis Diaz (Porto Rico), Bragga, Bruno BR, Daniel Mattar, Joana Cesar, Marcelo Macedo, Marcelo Ment, 2501 (Itália), Saci Pedro, Sesper, Smael, Bili Gebara, Eduardo Baptista Xavier, Felipe Bardy, Pharrá Buarque, Rafael Uzai, Bruno Big, João Lelo, Marcio Swk, Marcelo Ment, Ronaldo Land, Izolag e Marco Frossard. O evento também incluirá mesa redonda com os especialistas Emílio Domingos, Mário Band’s, Julio Barosso e Wilson Domingues “Wilbor”.

Nos dias 15 e 16 de outubro os pilotis e jardins do MAM Rio recebem a quarta edição do Arte Core, festival que tem a proposta de unir arte de rua, skate e música alternativa em dois dias com atividades que incluem shows, oficinas, debates, visitas guiadas e diferentes manifestações artísticas. O evento foi idealizado pela Homegrown, em parceria com a Agência Macro, também realizadores do projeto junto ao MAM Rio, Só Pedrada Musical, Coletivo XV e Rio Ramp Design. Patrocínio oficial: Viação 1001. Converse, Cometa, Taurus, Stella Artois e Evoke apoiam o evento. A programação é gratuita e a classificação é livre.

Para cada uma das três manifestações artísticas do festival – artes visuais, artes sonoras e skate arte – haverá uma frente especializada. A Homegrown é responsável pelo conceito do festival, curadoria das exposições, mesas-redondas com artistas e convidados, dentre outras atividades. As atrações musicais ficam a cargo do DJ Daniel Tamenpi, do Só Pedrada Musical. A Agência Macro comanda a programação visual e o Rio Ramp Design, o projeto arquitetônico. O Coletivo XV é responsável por toda a parte relacionada a cultura do skate e suas manifestações

Nos jardins do MAM Rio, os artistas AFA, Alexis Diaz (Porto Rico), Bragga,Bruno BR, Daniel Mattar, Joana Cesar, Marcelo Macedo, 2501 (Itália), Saci Pedro, Sesper e Smael pintarão paineis. Já Bili Gebara, Eduardo Baptista Xavier, Felipe Bardy, Pharrá Buarque e Rafael Uzai, farão instalações. O espaço também contará com uma mostra fotográfica de Marco Frossard e exposições de outros artistas da Homegrown – Bruno Big, João Lelo, Marcio Swk, Marcelo Ment, Ronaldo Land e Izolag. Onio e Gabriel Mello Franco irão desenvolver uma ação interativa no Espaço Converse e Rafo Castro aplicará lambe lambes nos containers dos DJs.

Na line up, Tamenpi convida os DJ Saddam, R3brkz x Mari Mats (SP), MC Marechal, Omulu, DJ KL Jay (SP), Jesuton & ZedoRoque, DJ Negralha e DJ Marcelinho da Lua, que animam a programação musical de sábado e domingo. A agenda também compreende oficinas ministradas pela SOLTO e pelo projeto 1001 Histórias com Arte, com ônibus aberto para visitação. O Arte Core terá uma praça de alimentação, com food trucks, e o registro dos dois dias de festival ficará a cargo do I Hate Flash.

Programação:

Arte / curadoria Homegrown
Artistas: AFA, Alexis Diaz (Porto Rico), Bragga, Bruno BR, Daniel Mattar, Joana Cesar, Marcelo Macedo, Marcelo Ment, 2501 (Itália), Saci Pedro, Sesper, Smael.

Instalações: Bili Gebara, Eduardo Baptista Xavier, Felipe Bardy, Pharrá Buarque e Rafael Uzai;

Exposição fotográfica: Marco Frossard;

Galeria Homegrown: Bruno Big, João Lelo, Marcio Swk, Marcelo Ment, Ronaldo Land e Izolag.

Mesa redonda Dentro | Fora – Visões sobre cultura de rua
Sábado – 15/10 – as 15h
Sylvio Azevedo
Bruno Big
Wilson Rodrigues “Wilbor”
com mediação de Pedro Rodrigues

Domingo – 16/10 – as 15h
Julio Barosso
Mário Band’s
Emílio Domingos
com mediação de Fernando Cocchiarale
50 vagas, distribuição de senha 30 minutos antes

Visita guiada na galeria:
Sábado 15/10
14h – 14:30h – Ronaldo Land
15h – 15:30h – Marcio SWK

Domingo 16/10
14h – 14:30h – Marcelo Ment
15h – 15:30h – Bruno Big
16h – 16:30h – João Lelo

Skate / Coletivo XV
Sábado e Domingo – 15 e 16/10
16h-17h – “Malote-Trick” – melhor manobra valendo $

Música / Daniel Tamenpi – Só Pedrada Musical apresenta:
Sábado 15/10
17h – R3brkz x Mari Mats (SP)
18h – DJ Tamenpi
19h – (show) DJ Tamenpi convida: MC Marechal
20h – DJ Saddam
21h – Omulu
Domingo 16/10
17h – DJ KL Jay (SP)
18h – DJ Tamenpi
19h – (show) DJ Tamenpi convida: Jesuton & ZedoRoque
20h – DJ Negralha
21h – DJ Marcelinho da Lua

Outras atividades
Sábado e Domingo – 15 e 16/10
10h – 13h – Homegrown Oficina de Skate
10h – 22h – 1001 Histórias com arte
14h – 16h – Desconstruir intervenção de arte

A Converse celebra no Brasil a história do ícone Chuck Taylor All Star, um modelo que nasceu das manifestações culturais e construiu seus pilares através da música e arte urbana. Para manter este legado, a Converse apresenta o espaço Converse com shows de bandas e intervenções artísticas.

Converse + Balaclava Records apresentam:
Sábado 15/10
13:00 Intervenção do Artista Onio
15:00 – Raça
16:15 – Ombu
17:30 – Séculos Apaixonados

Domingo 16/10
Converse apresenta:
13:00 Intervenção do Artista Gabriel Mello
15:00 – Sent U Feelin
16:15 – Combo S/A
17:30 – Beach Combers

Oficinas SOLTO
Sábado – 15/10
10:30 – Rodrigo Villas (desenho – canetinha)
11:45 – João Lelo (mosaicos geométricos)
13:00 – Intervalo
13:30 – Guga Liuzzi (Tipografia Urbana)
14:45 – Marcelo Ment (Talk + Portfólio)
Domingo – 16/10
10:30 – Felipe Motta ( oficina de desesenho + giz de cera)
11:45 – Memi (pintura em painel externo)
13:00 – Intervalo
13:30 – Ronaldo Land (Talk + Portfólio)
14:45 – Sensemedia (Processos Criativos)

MESA REDONDA

Wilson Domingues “Wilbor”
Carioca, artista visual, diretor de filmes e skatista. Dirigiu atuou e produziu o primeiro vídeo de streetskate carioca “021 RSRJ” 59min. lançado em 2002 na época em VHS. Em 2007 lançou o “Sangue e Suor” 40min. também sobre a cena de skate carioca, exibido na Holanda no festival independente “Camera Mundo”. Fundador do Coletivo XV, responsável pela legalização do skate na Praça XV ocupada pelo skate de rua desde 1997 e de 2011 até os dias atuais promovem eventos da cultura do skate no local além de inclusão de mobiliários urbanos para o skate e outros usos. Foi curador e produtor na coletiva “República do Skate” em 2011 no Museu da República. Participou da coletiva internacional “Deslize” no Museu de Arte do Rio em 2013 com peças de xilogravura onde as matrizes são pranchas de skate e videoarte mostrando o processo além de ser curador da sessão de filmes de skate. Tem peças de arte no acervo do Skate em Berlim. Participou da coletiva “Mocambo” 2013 em Berlin Fez uma individual “Carve” em Nova Iorque em 2015. É artista residente do Despina, “Largo das Artes”, Rio de Janeiro.

Julio Barosso
Julio Barroso é ativista e produtor cultural. Trabalha na área musical desde 1990. Formado em Produção Técnica pelo EAT e Captação de Recursos pela Zucca. Com especialidade em direção de palco, fez vários eventos pela cidade como o Brasilidade em 2010, Viradão Carioca, Festival Promessas Rede Globo, Festival Amanhecer Contra a Redução, MIMO – Mostra Internacional de Música em Olinda entre outros. Participou de várias ocupações culturais pela cidade como Ocupa Lapa, O Passeio é Público, Baile Black Bom da Pedra do Sal e Ocupa MinC RJ. Atualmente é colunista no jornal Agência de Notícias das Favelas – ANF.

Mário Band’s
Formado em Comunicação Social Publicidade e Propaganda e foi estudante da Escola de Artes Visuais do Parque Laje. Mario Band´s é um Comunicador, Arte-Educador e Grafiteiro.
Artista interventor urbano com obras marcadas pelo intenso uso da geometria e precisão no trabalho com luz, sombras e cores, Mario Bands utiliza a técnica do grafitti para deslocar elementos, confundir e trair o olhar do espectador com a inserção de novas formas nos suportes que utiliza. Com olhar aguçado, Bands busca nas ruas espaços e objetos para empreender seu gesto artístico, voltando-se, muitas vezes para locais não inseridos no circuito de arte.

Emílio Domingos
Cineasta e cientista social pela UFRJ, diretor, pesquisador, roteirista e assistente de direção em documentários. Desde 1997 trabalha com Antropologia Visual, com cultura urbana. Dirigiu 9 curtas e 2 longas-metragens. Estreou na direção de longas com L.A.P.A, prêmio de melhor filme no Festival Câmera Mundo, em Roterdã. Em 2012, seu segundo longa, A Batalha do Passinho, foi vencedor da Mostra Novos Rumos no Festival do Rio. Seu novo longa, Deixa na Régua, sobre barbearias na periferia do Rio de Janeiro, estreará no Festival do Rio 2016. Curador da Mostra Internacional do Filme Etnográfico desde 2007 e do Festival Visões Periféricas desde 2013. Em 2014, recebeu da Câmara dos Vereadores do RJ, a Medalha Pedro Ernesto por serviços prestados à cidade.

“Arte Core”, com AFA, Alexis Diaz (Porto Rico), Bragga, Bruno BR, Daniel Mattar, Joana Cesar, Marcelo Macedo, Marcelo Ment, 2501 (Itália), Saci Pedro, Sesper, Smael, Bili Gebara, Eduardo Baptista Xavier, Felipe Bardy, Pharrá Buarque, Rafael Uzai, Bruno Big, João Lelo, Marcio Swk, Marcelo Ment, Ronaldo Land, Izolag, e Marco Frossard
15 e 16 de outubro, das 10h às 22h

Museu de arte Moderna do Rio de Janeiro
Av Infante Dom Henrique 85 | Parque do Flamengo | 20021-140 | Rio de Janeiro RJ
Funcionamento: ter – sex 12h – 18h
sáb, dom e feriados 11h – 18h
T +55 21 3883 5600 | Fax +55 21 3883 5612



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA