“Coisa Pública” ressignifica o espaço coletivo

(Rio de Janeiro, RJ)

A Despina apresenta, do dia 15 de setembro a 1º de outubro, a exposição coletiva “Coisa Pública”, com os artistas Anna Costa e Silva, Ana Matheus Abbade, Anitta Boa Vida, Coletivo Cotidiano & Mobilidade, Grupo Poro, Letícia Parente, Mayra Martins Redin, Neil Beloufa, Regina Parra e Traplev. A curadoria é de Bernardo Mosqueira e Bernardo José de Souza, com colaboração de Alexandre Ponzi, Caetano Vidal, Fernanda Sarkis, Isabella Lescure, Ludimilla Fonseca, Marina Marchesan e Mônica Klemz.

O projeto tem como premissa curatorial a reflexão sobre as relações que constituem a esfera pública, e pretende abordar os aspectos políticos e culturais que caracterizam a experiência coletiva. A rua – campo politicamente orientado, território de poder e criação, é onde propomos um percurso de experiências que nos permitam vivenciar e ressignificar a coisa pública. Como alguém que, ao se deparar com um beco sem saída, sobe no muro para ver o que existe do outro lado, a galeria é entendida como portal – passamos por ele para alcançar o que há lá fora. E, na superação das paredes erguidas, repensamos e provocamos a atuação humana na cidade por meio de processos artísticos.
Assim, espaço expositivo e espaço urbano se expandem e se fundem, permitindo explorar a cartografia da esfera pública para a (des)construção do lugar de discussão e diálogo entre partes interessadas. Na malha urbana retorcida e ruidosa multiplicam-se os não-lugares, os silêncios. Para a coisa acontecer, é necessário lançar mão da comunicação, sugerir encontros e pensar a prática artística como zona de produção simbólica e como plataforma para investigar e tensionar as tramas do tecido social. Coisa Pública demonstra, então, a implicação político-social e a força disruptiva de projetos artísticos que convocam à aproximação e ao entrosamento, repercutindo transitoriedade e reorganização espacial. Uma mostra construída para revelar pontos de contato inauditos e mapear novos modos de transitar e transpor, derivar e desviar.

O projeto Coisa Pública foi concebido durante o curso “Práticas Curatoriais Contemporâneas”, ministrado por Bernardo Mosqueira e Bernardo José de Souza na Despina | Largo das Artes, no período de junho a setembro de 2016.

***

CONVOCATÓRIA PÚBLICA

Despina | Largo das Artes convida artistas, ativistas, agentes culturais e coletivos para proporem projetos de performances, percursos, ações, intervenções urbanas, propostas relacionais e afins para integrarem uma grande ação na exposição Coisa Pública, no dia 1º de outubro. As propostas apresentadas devem contribuir com essa discussão e devem ser pensadas para ocorrer do lado de FORA do espaço (nas ruas e imediações do Largo São Francisco de Paula e SAARA). Tendo em vista a natureza experimental deste projeto e a limitação de recursos para a sua execução, as necessidades individuais para as propostas selecionadas serão discutidas individualmente.

Para se inscrever, envie um e-mail para: coisapublica.despina@gmail.com com o assunto “CONVOCATÓRIA” até o dia 10 de setembro. Em um ÚNICO arquivo PDF devem ser enviados: minibiografia, portfólio e a proposta de trabalho a ser executada. O anúncio dos colaboradores selecionados será feito no dia 15 de setembro – dia de abertura da exposição Coisa Pública. As ações incorporadas ao projeto deverão ser realizadas no dia 1º de outubro – data de encerramento da exposição com grande programação de ações públicas nas imediações da Despina | Largo das Artes.

“Coisa Pública”, coletiva com Anna Costa e Silva, Ana Matheus Abbade, Anitta Boa Vida, Coletivo Cotidiano & Mobilidade, Grupo Poro, Letícia Parente, Mayra Martins Redin, Neil Beloufa, Regina Parra e Traplev.
Curadoria de Bernardo Mosqueira e Bernardo José de Souza
Abertura: 15 de setembro
Em cartaz até 1º de outubro

Despina
Rua Luis de Camões, 2 – Sobrado
Centro – Rio de Janeiro, RJ
Funcionamento: De terça a sexta-feira, das 11 às 19 horas
T: + 55 21 3197 6002
info@despina.org



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA