"Matem a todos"

“A vida é a soma errada das verdades”, individual de David Cury

(Rio de Janeiro, RJ)

O Paço Imperial recebe até fevereiro a nova individual de David Cury, “A vida é a soma errada das verdades”.

cury

Leia abaixo o texto do artista sobre os trabalhos apresentados na mostra:
Conceitualmente, trata-se de uma paisagem cívica negativa.

Quinze sentenças acerca da história social e política brasileira são isoladas em lajes de cimento e ferro, em meio a escombros residuais.

Quer de senso metafórico, filosófico ou lírico, cada uma delas aspira à condição de aforismo sobre três das formas de violência incorporadas ao nosso cotidiano: a social (Matem a todos porque nem Deus nem o Estado reconhecerá os seus), a política (A ianque Dorothy Stang não voltou para casa ) e a moral ( Aqui o mal ao menos de impostura prescinde).

Contudo, trata-se aqui não de arte política, mas política da arte: o texto quer ser imagem e matéria. Esse híbrido de experiência sensível e mental é que deve contestar qualquer percepção unidimensional dos fatos — levando-os à contínua revisão e paradoxo, incerteza e crise.

No relacionamento entre a instalação e o público, tais “palavras de ordem” e seu comportamento escultórico devem implicar monumentos de aridez reflexiva.


Fotos por Lúcia Sampaio

“A vida é a soma errada das verdades”, individual de David Cury
Em cartaz até 28 de fevereiro
Entrada franca

Centro Cultural Paço Imperial
Praça XV de Novembro, 48
Visitação: terça a domingo, das 12 às 19h
t: +55 21 2215-5231 | +55 21 2215-2093



Copyright © Instituto Investidor Profissional