10ª Bienal do Mercosul tem plataforma curatorial voltada para a produção artística latino-americana

(Porto Alegre, RS)

A 10ª Bienal do Mercosul, “Mensagens de Uma Nova América” acontece de 23 de outubro a 6 de dezembro de 2015 e leva a Porto Alegre cerca de 700 obras de 402 artistas, como Alberto Bitar, Alexandre Vogler, Ayrson Heráclito, Beto Shwafaty, Camila Sposati, Ding Musa, Dirnei Prates, Felipe Cohen, Fernando Lindote, Gê Orthof, João Castilho, Marcius Galan, Paulo Nazareth, Raquel Stolf, Rodrigo Garcia Dutra, Rodrigo Matheus, Rommulo Vieira Conceição, Rosana Ricalde e Sandra Cinto.

01159-img-1441373224

A plataforma curatorial da 10ª Bienal do Mercosul estará voltada para a exibição da produção artística dos países latino-americanos, retomando uma vocação inicial apontada em sua primeira edição, cuja estratégia curatorial era “reescrever” a história da arte da América Latina. Esta edição da exposição buscará promover a visibilidade, a legibilidade e a recepção da produção artística destes países através de uma exposição de grande envergadura que irá se construir em torno da produção mais relevante desta região.

A equipe curatorial é formada pelo Curador-chefe Gaudêncio Fidelis (Brasil), o Curador-adjunto Márcio Tavares (Brasil), pelos Curadores-assistentes Ana Zavadil (Brasil), Fernando Davis (Argentina), Raphael Fonseca (Brasil) e Ramón Castillo Inostroza (Chile).

Quatro grandes campos conceituais compõem a 10ª Bienal do Mercosul: A Jornada da Adversidade, A Insurgência dos Sentidos, O Desapagamento dos Trópicos e A Jornada Continua. Cada um deles será composto por uma ou mais mostras, além de atividades voltadas para a formação profissional no campo curatorial e o desenvolvimento de um Programa Educativo relacionado.

A 10ª Bienal será realizada considerando o substrato histórico da arte e sinalizando para uma dimensão de excelência e significado cultural e artístico da produção contemporânea. Para tanto, apresentará um vasto número de obras canônicas e não canônicas, perfazendo um amplo arco histórico até a produção atual. A plataforma curatorial da 10ª Bienal do Mercosul pretende dar uma contribuição a uma história de exposições sobre a arte da América Latina, intervindo de maneira considerável para a apresentação de novos modelos curatoriais de promoção da produção artística e de sua legibilidade histórica.

A exposição se dará em seis espaços diferentes espalhados pela cidade: Centro Cultural CEEE Erico Verissimo, Instituto Ling, Memorial do Rio Grande do Sul, Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli – MARGS, Santander Cultural e Usina do Gasômetro.

“Mensagens de Uma Nova América” – 10ª Bienal do Mercosul, com Alberto Bitar, Alexandre Vogler, Ayrson Heráclito, Beto Shwafaty, Camila Sposati, Ding Musa, Dirnei Prates, Felipe Cohen, Fernando Lindote, Gê Orthof, João Castilho, Marcius Galan, Paulo Nazareth, Raquel Stolf, Rodrigo Garcia Dutra, Rodrigo Matheus, Rommulo Vieira Conceição, Rosana Ricalde e Sandra Cinto.
Curador-chefe: Gaudêncio Fidelis | Curador-adjunto: Márcio Tavares | Curadores-assistentes: Ana Zavadil, Fernando Davis, Raphael Fonseca e Ramón Castillo Inostroza
Abertura: 23 de outubro
Em cartaz até 6 de dezembro

Fundação Bienal do Mercosul
t: +55 51 3254 7500
contato@bienalmercosul.art.br

* A imagem em destaque no post é “Tempero”, 2009, de João Castilho



O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA