Em cartaz | “Deitei para repousar e ele mexeu comigo”, individual de Fábio Baroli

(Brasília, DF)

O Centro Cultural Banco do Brasil Brasília recebe a partir de hoje a nova individual de Fábio Baroli, “Deitei para repousar e ele mexeu comigo”. A mostra consiste numa seleção de aproximadamente 112 obras do artista e conta com a curadoria de Renata Azambuja.

Fabio-Baroli_sem-ti_tulo-se_rie-Quando-a-seca-entra_2015_O_leo-sobre-tela_80x100cm.IMG_3846

Fabio Baroli utiliza a linguagem da pintura como suporte para desenvolver sua poética. O conceito da exposição é baseado na noção de percurso, história e memória, apresentada ao público por meio da experiência pictórica do artista, desenvolvida a partir da “antropomatutologia”, expressão por ele criada para designar o conhecimento do matuto que abriga o conjunto de sua produção e alinhava o recorte curatorial. A mostra traz à tona aspectos de situações presentes no ambiente rural brasileiro contemporâneo em consonância com o desejo de estudar a história da arte brasileira e a linguagem artística, constantes no trabalho de Baroli.

“Deitei para repousar e ele mexeu comigo” traz, aproximadamente, 112 obras selecionadas de três conjuntos diversos: obras em coleções, obras recentes e obras em realização especialmente para a exposição. O público poderá mergulhar no universo rico e instigante que salta das telas de Fabio Baroli, onde convivem camadas de tempos e de espaços que se postam lado a lado, como vasos comunicantes. O artista enquadra cenas íntimas, infantis, urbanas, rurais, cotidianas, domésticas, de televisão, das lendas e mitos, de amor e transgressão. São nacos de vida onde há espaço para que coabitem, em paz ou em conflito, momentos que relacionam fragmentos dos reinos animal, mineral e vegetal.

O título – pinçado de uma das pinturas (presente na mostra) – relaciona-se a um episódio da sua infância, em especial aos fragmentos de memória de uma conversa com seu pai, que faleceu recentemente e que estará representado na exposição. A exposição reúne extratos de produção que evidenciam momentos de passagem no desenvolvimento dos trabalhos realizados nos vários pontos onde Baroli esteve: Brasília, Rio de Janeiro e Uberaba, sua cidade natal e onde vive atualmente.

Por fim, será apresentado em primeira mão nesta mostra o trabalho que vem sendo realizado atualmente, além do material feito especialmente para a mostra. A escolha de Brasília se deve ao fato de que a capital federal foi o lugar onde Fabio Baroli começou a trabalhar, efetivamente, com pintura, após a passagem pela universidade, por meio do aprendizado em ateliês e em razão das trocas com amigos artistas, muitos atualmente com projeção nacional.

“Deitei para repousar e ele mexeu comigo”, individual de Fábio Baroli
Abertura: 28 de outubro
Em cartaz até 21 de dezembro
Entrada franca

Centro Cultural Banco do Brasil
SCES Trecho 2 – Brasília/DF
Visitação: quarta a segunda, das 9h às 21h
Tel: +55 61 3108-7600



O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA