Abertura | “Súbita Vertigem”, individual de Alberto Bitar

(Belém, PA)

O Espaço Cultural do Banco da Amazônia recebe a partir de hoje a nova individual “Súbita Vertigem”, do artista paraense Alberto Bitar.

Súbita Vertigem_ 01_Alberto Bitar

O instante que antecede a queda, o torpor a dois passos de uma altura abissal ou medo de se deixar cair. Foi essa a sensação que o fotógrafo Alberto Bitar sentiu ao contornar pela primeira vez os morros e falésias que margeiam o litoral de Lima, capital do Peru. De dentro da janela do carro, Bitar foi, mais uma vez, tragado pela paisagem natural que o fez refletir sobre questões existências relativas a sua obra. O resultado é Súbita Vertigem, trabalho inédito vencedor do Prêmio do Banco da Amazônia de Artes Visuais 2015.

Diante da plasticidade do complexo de falésias que separa por uma altura média de 30 metros o litoral pacífico da área urbana do bairro de Miraflores, o artista se deixou impressionar justamente pela trama da tela de proteção que envolve os morros para evitar que pedras da formação rochosa caiam morro abaixo e provoquem acidentes. A camada aparece na série como um tecido que cede formas esculturais a paisagem natural.

A obra marca o retorno do fotógrafo para a produção de imagens em preto e branco, recorrida pelo autor pela última vez no ano de 2009, quando participou do trabalho coletivo Japanamazônia, publicado pela Kamara Kó Fotografias, junto a Miguel Chikaoka e Paula Sampaio. Desde então, o fotógrafo vinha aprofundando sua pesquisa sobre imagem em movimento nas séries coloridas em que utilizou a longa exposição do equipamento fotográfico.

Se, esteticamente, Súbita Vertigem se afasta de séries anteriores, quando traz para o expectador uma sequencia de imagens em preto e branco, estáticas, com foco bem definido na formação geográfica; subjetivamente o trabalho recente se relaciona com toda a obra
autoral do fotografo ao tratar também de questões existências presentes em exposições anteriores, como o Corte Seco (2013) ou Efêmera Paisagem (2009), essa última também vencedora do Prêmio Banco da Amazônia de Artes Visuais.

“Súbita Vertigem”, individual de Alberto Bitar
Abertura: 5 de novembro, às 19h30
Em cartaz até 12 de dezembro
Entrada franca

Espaço Cultural Banco da Amazônia
Avenida Presidente Vargas, 800 (térreo)
Visitação: segunda a sexta, das 9h às 17h
t: +55 91 4008-3128



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA