Daily Archives: 24 de julho de 2015

2

PIPA Online 2015 tem 6 artistas classificados para o 2º turno até o momento

Mais de 8.200 votos já foram computados no 1º turno do PIPA Online 2015. O 2º turno acontece de 2 e 9 de agosto, só com os artistas que conquistarem pelo menos 500 votos até este domingo (26). São 61 artistas concorrendo em duas categorias. O artista mais votado pelo público receberá R$6 mil e será o vencedor do PIPA Online Popular. Já o vencedor do PIPA Online será escolhido por um júri, dentre os cinco artistas mais votados pelo público e receberá R$12 mil e dois meses de residência artística no Instituto Sacatar. Saiba mais e vote nos seus favoritos.

0

PIPA Online 2015 | Veja o placar atualizado

A votação no 1º turno vai até este domingo (26). A votação acontece aqui no site do Prêmio e cada voto está ligado a um perfil do Facebook, já que utilizamos a plataforma do Facebook para garantir a segurança da votação. Pelo próprio sistema desta rede social, não é possível a mesma pessoa/ perfil votar em um determinado artista mais de uma vez. Entretanto, é possível dar um voto para quantos artistas quiser. Ou seja, uma pessoa pode votar em quantos artistas quiser, mas apenas uma vez em cada artista. Saiba mais e veja o placar atualizado.

0

Seis artistas já se classificaram para o 2º turno do PIPA Online 2015

Ontem até as 21h30 quatro artistas estavam classificados para o 2º turno. Durante a noite, mais dois artistas romperam a barreira dos 500 votos. Até o momento, neste sexto dia de votação, seis artistas estão garantidos na segunda etapa da disputa. Os artistas que participam do PIPA Online concorrem em duas categorias: o artista mais votado pelo público receberá R$6 mil e será o vencedor do PIPA Online Popular. Já o vencedor do PIPA Online será escolhido por um júri, dentre os cinco artistas mais votados pelo público e receberá R$12 mil e dois meses de residência artística no Instituto Sacatar.

0

Individual de Iole de Freitas em cartaz no MAM-Rio

(Rio de Janeiro, RJ) A mostra “O peso de cada um” representa uma guinada na obra que Iole de Freitas vinha desenvolvendo até o início de 2014. Às placas de policarbonato anteriores a artista substitui lâminas de aço inoxidável, cuja resistência é maior e a maleabilidade, difícil, exigindo torções mais intensas e cálculos cirúrgicos de engenharia. Veja a programação do MAM-Rio, que tem sete exposições em cartaz.

0

Antonio Bokel abre exposição individual na próxima semana

(Rio de Janeiro, RJ) A exposição marca uma nova fase de Bokel. “La Nature d’Or” retrata a busca pelo que há de mais profundo, pela verdade do artista e por sua essência, “essa pureza que perdemos com as adversidades da vida, mas que todos nós temos nas camadas mais internas, por trás de todas as máscaras e armaduras”, explica o artista. A influência urbana, que sempre esteve presente na obra de Bokel, permanece. A palavra, usada como artifício desde que o artista conheceu a poesia concreta de Augusto de Campos, também.

0

Últimos dias | “Carbono 14”, mostra individual de Marcelo Moscheta

(Curitiba, PR) “Na obra de Moscheta, tudo que havia de peculiar, pesado e artificioso na organização dos já nostálgicos ficheiros das bibliotecas retorna ampliado e reformado por desígnios poéticos muitas vezes alimentados por imersões em paisagens desconhecidas e por projeções de forma, desenho e enquadramento. Assim, o que é dura artificialidade da organização do saber recebe uma paródia sagaz e se transmuta em lúdico arranjo”, comenta o curador da mostra, Paulo Miyada.

0

Últimos dias | “Estudos Superficiais”, mostra individual de Gustavo Speridião

(São Paulo, SP) O conjunto é composto por obras em preto e branco – 94 fotografias e um filme digital de 55 minutos – que exploram situações da vida cotidiana através de um olhar atento a composições formais. As obras foram produzidas entre 2006 e 2013 em 18 países: Brasil, Bolívia, Argentina, Portugal, Espanha, Inglaterra, França, Holanda, Alemanha, Polônia, Republica Tcheca, Hungria, Itália, Grécia, Turquia, Rússia, Marrocos e Egito.

0

MAM-Rio realiza mostra retrospectiva de Rogério Duarte

(Rio de Janeiro, RJ) “Desde meados da década de 1960, por suas parcerias definitivas em momentos cruciais das carreiras de Glauber, Oiticica e os tropicalistas, a trajetória de Rogério Duarte vem sendo protagonista em nossa história e, ao mesmo tempo, menos valorizada do que deveria. Indo muito além da experimentação marginal dos anos 1960, o design, a inteligência visual e o vigor plástico de sua obra são uma contribuição definitiva para a história da arte no Brasil”, afirma Luiz Camillo Osorio, curador do MAM-Rio e da exposição “Marginália 1”.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA