Daily Archives: 4 de maio de 2015

Eduardo Berliner, Marcone Moreira e Thiago Rocha Pitta em cartaz com “E se quebrarem as lentes empoeiradas?”

(São Paulo, SP) “E se quebrarem as lentes empoeiradas?” busca subversões dos nossos saberes recorrentes, que são baseados num entendimento racional e científico. Para a curadoria, “quebrar as lentes” significa, a grosso modo, duvidar desses entendimentos por meio de gestos que coloquem à prova nossas supostas certezas. “Diante das certezas, dispositivos técnicos e sistemas lógicos que pautam nossa apreensão do mundo, a exposição reúne artistas que propões alternativas às formas estabelecidas ao abrirem-se a elementos como: sabedoria popular, a transmissão oral, a consciências voltada a aspectos cósmicos e da natureza, a práxis direcionada pela intuição e pelo acaso”, informa o texto curatorial.

Em nova exposição, Raul Mourão tem a pintura como protagonista

(Rio de Janeiro, RJ) Se desde o final dos anos 1980, Mourão se dedica à observação de grades de segurança nas cidades, pesquisa que deu origem à série Grades, agora o artista se volta para a forma das janelas, usando sua geometria para criar esculturas cinéticas em aço corten e, sobretudo, pinturas. Fenestra é a primeira exposição de Mourão que tem a pintura como protagonista. As obras não são feitas de forma tradicional, com o uso de pincéis, mas com espécies de carimbos retangulares que, embebidos em tinta, marcam a tela.

Últimos dias | “Mutações”, de Matías Duville

(Rio de Janeiro, RJ) A exposição “Mutações” estabelece um percurso pela obra do artista argentino Matías Duville a partir de algumas ideais-imagens que, segundo o curador, Santiago G. Navarro, a estruturam quase que por inteiro: mutação, abrigo, intempérie e imaginário. Uma seleção de mais de cem desenhos, pinturas e objetos realizados pelo artista entre 2002 e 2015 permite oferecer uma perspectiva complexa e abrangente dessas questões. Na obra de Duville, distintas dimensões do subjetivo, aparentemente ausentes, são traduzidas a figurações de espaço, corpo e objeto.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA