Berna Reale, Gê Orthof, Grupo Empreza e Virgínia Medeiros estão entre os artistas premiados pelo Prêmio Marcantonio Vilaça

Novos talentos da arte contemporânea brasileira foram reconhecidos na noite desta sexta-feira (24), durante a entrega do quinto Prêmio CNI SESI SENAI Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas. Dentre 30 nomes selecionados, cinco venceram e, pela primeira vez, foi feita uma premiação para dois curadores.

Virgínia Medeiros (São Paulo), Berna Reale (Belém), Grupo Empreza (Goiânia), Nicolas Robbio (São Paulo) e Gê Orthof (Brasília). Além de dois curadores: Divino Sobral (Goiânia) e Raphael Fonseca (Rio de Janeiro) foram os homenageados da cerimônia realizada no Museu de Arte Contemporânea de São Paulo. Os cinco artistas receberão R$ 40 mil cada um, e os dois curadores terão direito a R$ 20 mil cada. A artista Virgínia Medeiros e o curador Raphael Fonseca, escolhidos pelo júri, ganharam uma bolsa-residência na Universidade Metropolitana de Manchester, no Reino Unido.

MOSTRA COLETIVA – Desde sábado (25), os trabalhos dos 30 artistas selecionados para o Prêmio Marcantonio Vilaça estãi abertos à visitação no MAC. A entrada é gratuita, de terça a domingo. Saiba mais.



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA