Últimos dias | “Camada Superficial”, mostra coletiva com Lais Myrrha e Wagner Malta Tavares | Curadoria de Hector Zamora

(Sorocaba, SP)

A Oficina Cultural Grande Otelo promove, até o dia 16 de novembro, uma grande exposição a céu aberto como resultado do Projeto de Interferências Artísticas “Camada Superficial”. Com a ocupação do Marco Zero da cidade com obras de cinco artistas visuais, o projeto marca o esforço da unidade para expandir os espaços expositivos para a arte contemporânea sorocabana. Com a atual sede em reforma, a unidade continuará presente no local com uma proposta inédita para a praça e a cidade. O artista mexicano Héctor Zamora assina a curadoria do projeto.

A artista visual Laís Myrrha, por exemplo, ocupa um dos gramados da praça com a obra “A parte que te cabe”. Nele, a artista utiliza pedras para criar um grande memorial temporário, o qual contou com participações de moradores da cidade para a inscrição de seus nomes nas peças integrantes da obra.

“Trapézio”, intervenção de Wagner Malta Tavares, ocupa o centro da Praça Frei Baraúna junto ao Obelisco. Na abertura da exposição do “Camada Superficial”, três bandeiras prateadas foram hasteadas ao mesmo tempo ao som de composição de Christian Marclay, artista visual e músico americano que explora conexões entre som, ruído, fotografia, vídeo e cinema. As bandeiras são mantidas tremulando com compressores de ar instalados à base do obelisco.

Projeto de Interferências Artísticas “Camada Superficial”, com Lais Myrrha e WMT
Em cartaz até 16 de novembro
Evento gratuito

Projeto de Interferências Artísticas “Camada Superficial”
Curadoria de Héctor Zamora
Local: Praça Frei Baraúna, Centro, Sorocaba – SP

Oficina Cultural Grande Otelo
T.: (15) 3224-3377 / 3232-9329 |
Funcionamento: Terça a sexta-feira das 13h às 22h e sábado das 9h às 18h
E-mail: grandeotelo@oficinasculturais.org.br



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA