Últimos dias | “Made by… Feito por Brasileiros”, mostra coletiva com mais de 100 artistas e obras inéditas

(São Paulo, SP)

Desde o dia 9 de setembro, o público pode conferir uma exposição fora de um ambiente tradicional de grandes mostras. “Made by…Feito por Brasileiros” leva obras de mais de 100 artistas em um local histórico adormecido no coração de São Paulo. Durante cinco semanas, uma verdadeira invasão criativa ocupa pavilhões, corredores e jardins do antigo Hospital Umberto Primo, também conhecido como Hospital Matarazzo, fazendo pulsar novamente a energia criativa naquele antigo e poético complexo de edificações.

Durante cerca de duas décadas, o espaço, que ocupa uma área de 27 mil metros quadrados, a poucas quadras da avenida Paulista – teve sua vida interrompida. Desde o começo do século passado, o hospital foi uma referência em saúde e orgulho da cidade, especialmente da numerosa colônia italiana. Alheio às mudanças que aconteciam em seu entorno, aos poucos se tornou quase invisível.

Os visitantes têm agora a oportunidade única de ver uma exposição que reúne obras de cerca de cem artistas de diferentes países, metade deles do Brasil. Ainda ostentando as marcas do tempo e do abandono, os prédios antigos são ocupados pela energia irreverente da arte contemporânea. A maioria das obras que integram essa mega exposição foi concebida pelos artistas especificamente para o lugar e tem a efêmera existência de 35 dias.

Importantes nomes da cena contemporânea mundial, como Adel Abdessemed, Moataz Nasr, Jean Michel Othoniel, Joana Vasconcelos, Francesca Woodman, Tony Oursler e Kenny Scharf ocupam todos os espaços, ao lado de consagrados nomes da arte contemporânea brasileira, entre eles Tunga, Henrique Oliveira, Carlito Carvalhosa, Márcia e Beatriz Milhazes, Iran do Espírito Santo, Cildo Meireles, Nuno Ramos e Vik Muniz. A primeira obra exposta dentro dos prédios é a proposição Baba Antropofágica, criada por Lygia Clark em 1973.

Ao explicar o conceito que fundamenta a idealização da mostra, o curador Marc Pottier deixa claro que não se trata de uma exposição convencional. “Preferimos o termo invasão criativa”, assinala. O evento se propõe a ser uma experiência em um lugar fechado há mais de 20 anos, que se tenta manter, tanto quanto possível, em mente. “Gostaríamos que o público a vivesse como um todo, um lugar abandonado, onde ele chegaria a descobrir um laboratório de ideias de muitos artistas convidados. Não haverá cartazes ou fichas de explicação (que estarão disponíveis no nosso site ou para iphone). Com duas exceções de empréstimo e apresentação de trabalhos em vídeo, nenhum trabalho será ‘ligado’. O público vai descobrir o corpo a corpo dos artistas com volumes e com a arquitetura do lugar”, convida Marc Pottier.
*Texto extraído e adaptado do site misturaurbana.com

Participantes: Adel Abdessemed, Alexander Lee, Álvaro García de Zuñiga, An Xiaotong, Ana Corte & Tomas Faria, Ana Mazzei, André Saraiva, Arne Quinze, Art Orienté Objet, Artur Lescher, Barry McGee, Beatriz & Márcia Milhazes, Caligrapixo, Cao Guimarães / José Bento, Cecile Beau, Charley Case, Christophe Draeger, Cinthia Marcelle, Cristian Rosa, Cristiano Mascaro, Daniel de Paula, Daniel Senise, Delphone Gigoux-Martin, Dora Longo Bahia, Douglas White, Elisa Pône, Francesca Woodman, Francisco Ruins de Infante, Franck Scurti, Gary Simmons, Gerda Steiner & Jorg Lenzlinger, Hector Zamora, Henrique Oliveira, Iran do Espírito Santo, Jack Pierson, Janaína Tschape, Jean Feldman, Jean-Luc Favéro, Jean-Michel Othoniel, Joana Vasconcelos, Julio Villani, Juraci Dórea, Kenny, Scharf, Laura Vinci & José Miguel Wisnik, Lia Chaia, Lucas Simões, Lygia Clark, Manifeste de L’Abre, Marcelo Jácome, Marcia Xavier, Maria Nepomuceno, Maria Thereza Alvez, Myriam Mechita, Marilyn Minter, Maurício Dias & Walter Riedwig, Melanie Smith, Michel Blazy, Miguel Palma, Moataz Nars Eldin, Naziha Mestaqui & Huni Kui, Nino Cais, Nicolás Robbio, Nuno Ramos, Opavivará!, Pascale Tayou Marthine, Paulo Nazareth, Paulo Nimer Pjota, Per Barclay, Philippe Perrin, Reginaldo Pereira, Ricardo Carioca, Rivane Neuenschander, Rochelle Costi, Rodrigo Bueno, Saner, Sofia Borges, Sonia Gomes, Studio Drift, Tunga, Valter Lano, Veronika Kellndorfer, Vik Muniz, Vincent Rosenblatt, Wang Du, Warli, Xavier Veilhan, Tony Oursler, Teruhisa Suzuki, Zé do Caixão

“Made by…Feito por Brasileiros”
Com Ana Mazzei, Cao Guimarães, Cinthia Marcelle, Daniel de Paula, Hector Zamora, Henrique Oliveira, Laura Vinci, Lia Chaia, Maria Nepomuceno, Nino Cais, Opavivará!, Paulo Nazareth, Paulo Nimer Pjota, Reginaldo Pereira e Sofia Borges
Curadoria e direção artística: Marc Pottier
De 9 de setembro a 12 de outubro de 2014
Horário: terça- feira a domingo, das 10h às 17h

Hospital Umberto Primo (Matarazzo)
Alameda Rio Claro, 190, Bela Vista
Entrada franca



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA