Mostra coletiva “Alimentário: arte e patrimônio alimentar brasileiro” em cartaz no MAM-Rio

(Rio de Janeiro, RJ)

O Museu de Arte Moderna do Rio recebe a exposição “Alimentário – arte e patrimônio alimentar brasileiro”, que tem como foco a cozinha brasileira. A mostra traz por meio de textos, documentos históricos, objetos etnográficos, pesquisas de culinária contemporânea, fotografias, vídeos documentais, objetos de cozinha e imagens de pratos criados por chefs, a relação entre cozinha e obras de arte. A proposta é envolver os visitantes em uma ambientação que desperte a memória afetiva e visual.

“A estratégia da curadoria foi exibir um retrato sugestivo de como o universo dos alimentos e da culinária contribuiu para a constituição visual e do imaginário brasileiro de hoje. Mais do que apresentar documentos e obras que contassem a mesma história, o que seria impossível, buscou-se por meio das obras, expor um retrato do universo alimentar brasileiro que fosse fiel no sentido de reproduzir não seus traços externos, mas a pluralidade, a diversidade e até o seu estado de permanente transformação”, afirma o curador Jacopo Crivelli Visconti.

Dividida em três partes, foi concebida por Felipe Ribenboim, chef de cozinha com passagem pelo El Bulli e pelo Arzak, na Espanha, e ex-sócio do Dois Cozinha Contemporânea, em parceria com Rodrigo Villela, a exposição tem curadoria de Jacopo Crivelli Visconti.

O primeiro núcleo da mostra, “prelúdio”, reúne expedições de exploração do território nacional; o segundo, “raízes”, é direcionado à cozinha indígena e a influência da mandioca em nossa gastronomia; o terceiro, com o nome “brasilidade” aborda a miscigenação, os ciclos econômicos e a criação contemporânea, tanto de artistas como de chefs brasileiros.

Artistas participantes: Adriana Varejão, Alex Atala, Amilcar Packer, Ana Luiza Dias Batista, Arnaldo Antunes, Ayrson Heráclito, Beatriz Milhazes, Caetano Dias, Caio Reisewitz, Candido Portinari, Carl Friedrich Philipp von Martius, Débora Bolsoni, Erika Verzutti, Ernesto Neto, Estevão Roberto da Silva, Ferdinand-Jean denis, François Louis de Castelnau, Fulvio Pennachi, Harald Shultz, Haruo Ohara, Hector Zamora, Heinz Foerthmann, Helena Rizzo & Daniel Redondo, Hélio Oiticica, Henschel & Benque, João Maria Gusmão & Pedro Paiva, Johan Nieuhof, Johann Baptist von Spix, Johann Mortiz Rugendas, Lasar Segall, Lenora de Barros, Luciano Mello Witkowski Pinto, Marc Ferrez, Marcos Coelho Benjamin, Marepe, Matheus Rocha Pitta, Maureen Bisilliat, Mauricio Dias & Walter Riedweg, Paulo Nazareth, Paulo Nimer Pjota, Regina Silveira, Rodrigo Oliveira, Thiago Castanho, Thomas Marie Hippolyte Taunay, Vicente do Rego Monteiro, Victor Brecheret, Victor Frond, Vik Muniz, Vicenzo Pastore, Wesley Duke Lee, Willem Piso

“Alimentário: Arte e patrimônio alimentar brasileiro”, com Amilcar Packer, Caetano Dias, Caio Reisewitz, Erika Verzutti, Hector Zamora, Lenora de Barros, Matheus Rocha Pitta, Paulo Nazareth e Paulo Nimer Pjota
Em cartaz até 10 de agosto
Terça a sexta, de 12h a 18h; fins de semana e feriados, de 11h a 18h

MAM-Rio
Av. Infante Dom Henrique 85, Parque do Flamengo
Rio de Janeiro RJ
+55 (21) 3883 5600
fax.: +55 (21) 3883 5612



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA