Artistas PIPA 2013 | Novas entrevistas exclusivas

Veja abaixo os novos vídeos feitos pela Matrioska Filmes com exclusividade para o PIPA 2013.

Henrique César

Ao responder à uma pergunta da curadora Thereza Farkas, o artista diz como suas referências se projetam à sua volta, 24h por dia. Para ele tudo influencia no que acontece em seu ateliê. “Eu tenho uma ideia de uma performance, e ao inves de escrever sobre essa performance, eu pego o guache e já começo a imaginar e desenhar a cena dessa performance no papel.”

Marcelo Cipis

Em entrevista com o artista, temos a oportunidade de conhecer algumas de suas ideias que, entre outras coisas, responde a uma pergunta do colecionador Marcio Fainziliber e conta: “Eu antigamente ficava preocupado porque eu descobria um caminho que eu achava fundamental e maravilhoso, e ia resolver o problema da humanidade. Eu achava isso um dia, depois dois dias, depois eu já tava em outra, já tinha resolvido a humanidade de outra maneira.”

Washington Silvera

Ao responder à curadora e crítica de arte, Renata Azambuja, o artista curitibano Washington Silvera relata: “Às vezes algumas ideias são furadas, mas dentro dessa ideia furada você encontra outras bifurcações, outros caminhos, que te levam a terrenos desconhecidos. A partir do momento que você tem uma ideia potente, isso é o que te vai te mover um dia, dois dias, três dias, um mês, um ano…”

Desde o primeiro ano do Prêmio, em 2010, contratando a Matrioska Filmes para a produção de vídeos-entrevistas com os artistas indicados ao PIPA.

Destacando a importância dessa produção, o curador do MAM-Rio e conselheiro do PIPA, Luiz Camillo Osorio, assinala:

Quando o PIPA procurou a produtora Matrioska para realizar estes vídeos, tinha como meta montar um pequeno banco de dados sobre a arte brasileira contemporânea. Se a premiação visa o reconhecimento e a distinção, a construção de uma memória contemporânea visava a análise ampliada do circuito. (…)

Temos certeza que a continuidade destes registros e a combinação deles com a renovação das páginas dos artistas – que tem que ser feita em parceria com os artistas e suas respectivas galerias – potencializarão a relevância deste banco de dados. Um número crescente de interessados, de pesquisadores a colecionadores, já começam a usar o site do PIPA para o benefício de todos. – trecho do texto “Desejo de arquivos” (leia na íntegra)



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA