0

Presença latino-americana é forte na 36a. edição da ARCOmadrid, que começa amanhã

(Madri, Espanha) A 36a. edição da ARCOmadrid começa amanhã, 22 de fevereiro e, assim como em outros anos, a presença latino-americano é maciça. Das 200 galerias, 41 pertencem a nove países da América Latina: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Cuba, Guatemala, México, Panamá e Peru. A quantidade se deve, em parte, à participação da Argentina como país convidado da ARCOmadrid esse ano, mas também o Brasil é uma nação forte na feira: são no total 11 galerias brasileiras participantes.

0

Últimos dias | “Miniaturas, maquetes, vodu e outras projeções políticas”

(São Paulo, SP) “Quando acontece uma redução de escala, é possível controlar melhor o resultado e produzir uma série de impactos”, avalia a curadora Claudia Rodriguez Ponga Linares. Espanhola radicada no Brasil, foi ela que idealizou a coletiva “Miniaturas, maquetes, vodu e outras projeções políticas”, que fica em cartaz na Blau Projects só até o sábado, 25 de fevereiro. Exibindo obras de seis artistas – dois deles, Jaime Lauriano e Débora Bolsoni, já indicados ao Prêmio PIPA – o projeto evidencia o poder mágico e político do modelo em miniatura.

0

Alberto Bitar explora o vazio em individual

(Belém, PA) Indicado ao Prêmio PIPA em 2010, Alberto Bitar tornou-se, ao longo de seus 25 anos de carreira, um caçador de memórias. As diversas faces dessa busca podem ser conferidas, a partir de amanhã, 21 de fevereiro, em “Sobre o vazio”, individual que o paraense inaugura no Espaço Cultural do Banco da Amazônia.

0

Novos e antigos olhares sobre a Avenida Paulista em exposição do MASP

(São Paulo, SP) Não só de cartões-postais vive a Avenida Paulista. Símbolo de São Paulo, o endereço carrega consigo as contradições e tensões da própria cidade. Foi pensando nisso que o MASP decidiu organizar “Avenida Paulista”, coletiva que apresenta antigos e novos olhares sobre a avenida centenária. Os antigos correspondem a documentos dos mais diversos, entre fotografias, objetos, cartazes e outros, produzidos de 1891 a 2016; já os novos aparecem através do olhar de 17 artistas contemporâneos – nove deles já indicados ao PIPA –, em projetos comissionados especialmente para a exposição.

0

Coletiva “Uma canção para o Rio” abre sua segunda fase neste fim de semana

(Rio de Janeiro, RJ) A primeira exposição da recém-inaugurada Carpintaria foi, não por acaso, uma ode ao Rio de Janeiro: o espaço é o primeiro braço da paulista Galeria Fortes D’Aloia em terras cariocas. Neste sábado, dia 18 de fevereiro, é hora da segunda parte da exposição, “Uma canção para o Rio”, ser aberta ao público. Da lista original de artistas, 17 são mantidos – incluindo os já indicados ao Prêmio PIPA Arto Lindsay, Vivian Caccuri e Bárbara Wagner, em parceria com Benjamin de Búrca – e outros três foram acrescidos: Barrão, Martin Creed e Vincent Meessen. O objetivo, contudo, continua o mesmo: relacionar arte e música.

0

Panorama da videoarte brasileira é exibido na mostra “Filmes e Vídeos de Artistas”

(Ribeirão Preto, SP) Um verdadeiro panorama da videoarte brasileira estreia neste sábado, 18 de fevereiro, no Instituto Figueiredo Ferraz. Trata-se da mostra “Filmes e Vídeos de Artistas – Coleção Itaú Cultural” que, sob a curadoria de Roberto Moreira S. Cruz, traz ao público tanto a oportunidade de assistir alguns dos pioneiros da técnica no Brasil, quanto de conferir algumas das obras contemporânea mais interessantes do universo, de autores como os finalistas ao Prêmio PIPA Thiago Rocha Pitta, Letícia Ramos e Berna Reale.

0

Fogo é protagonista de “Poema 193”, nova individual de Diego de Santos

(Brasília, DF) Vencedor do PIPA Online Popular 2014, Diego de Santos inaugura sua mais nova individual na Galeria Fayga Ostrower, no Complexo Cultural Funarte Brasília. A exposição, curada por Yana Tamayo, é oriunda do projeto “Poema 193”, ganhador do Atos Visuais Funarte Brasília na categoria de Prêmio de Arte Contemporânea em 2015. “Todos os elementos, suas simbologias e conexões já eram, de certa forma, recorrentes na minha produção”, conta de Santos.

0

“tempo quando” realiza justaposição inédita de criações de mãe e filha

(Curitiba, PR) Duas vezes indicada ao Prêmio PIPA, em 2012 e em 2013, Tatiana Stropp expõe desde 2008. Sua relação com a arte, no entanto, data de bem antes: sua mãe, Marilde Stropp, é artista, e ainda adolescente, ela e a família frequentavam juntos um ateliê de produção livre. Pois a partir desta quinta-feira, 16 de fevereiro, Tatiana revisita suas origens artísticas em “tempo quando”, exposição da Galeria Ybakatu que coloca, de maneira inédita, obras de mãe e filha lado a lado.

0

Última semana | “Eterno retorno”, de Antonia Dias Leite

(Rio de Janeiro, RJ) Domingo, 19 de fevereiro, é o último dia para conferir “Eterno Retorno”, de Antonia Dias Leite, no Paço Imperial, assim como as quatro individuais que estrearam ao seu lado em dezembro do ano passado: “Pintura”, de Marina Saleme; “…de propriedades quase musicais, no espaço em que se movem os viventes”, de Ana Muglia; “Passagens//Transferências”, de Alexandre Sá; e “Pequenas Gravidades”, de Daisy Xavier. A individual da artista, indicada ao Prêmio PIPA em 2012, explora o movimento infinito da impermanência.

0

Ana Ruas integra “4 Mostras 4 Artistas” com a individual “A Floresta Encantada”

(Campo Grande, MS) Entre dezembro e janeiro deste ano, Ana Ruas, vencedora do PIPA Online em 2015, convidou cinquenta crianças de até 11 anos para pintar toda a parte inferior de uma tela de 25m2. A obra em questão faz parte de “A floresta encantada”, exposição que a artista inaugura amanhã, 14 de fevereiro, no Museu de Arte Contemporânea do Mato Grosso de Sul (MARCO). A mostra faz parte do programa “4 Mostras 4 Artistas”, que conta ainda com individuais de Katia Canton, Marcos Amaro e Alessandra Rehder.

Copyright © Instituto PIPA